Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Começa a 3ª Copa Tulica: emoção no futebol andreense


Ademir Medici

19/01/2019 | 07:00


 Texto: Mauricio Silva

Começa hoje no campo do Nacional, Cidade dos Meninos, em Santo André, a terceira edição da Copa Tulica, em homenagem ao maior artilheiro da história do EC Santo André, 64 gols marcados.

“Quem conheceu Tulica não consegue esquecê-lo. Grande jogador, grande ser humano”, destaca Claudio Guimarães Teixeira, o Cacau, um dos idealizadores do torneio.

“O mais importante é não deixar a memória do ídolo se apagar”, complementa Vladmir Silva, o outro idealizador.

As edições anteriores da Copa Tulica foram realizadas em 2017 e 2018.

Sete equipes disputarão o torneio de 2019. Só podem participar jogadores com 60 anos de idade ou mais, nascidos, portanto, em 1958 ou anos anteriores. Há quatro exceções: o goleiro poderá ter nascido em 1964; um jogador por equipe, em 1962; dois jogadores nascidos entre 1960 e 1961.

As sete equipes jogarão entre si. As quatro melhores fazem a semifinal e os dois vencedores, a grande final.

 

PRIMEIRA RODADA

Às 8h deste sábado, Ipanema e Santo André; 9h20, Reapar Parafusos e Icontafisco; 10h40, Humaitá e Águias. O Nacional folga na primeira rodada.

 

O HOMENAGEADO

Alberto Soares de Araujo, o Tulica, nasceu em Santo André, em 22 de outubro de 1952. O primeiro dos 64 gols foi marcado em 1976, no Estádio do Jaçatuba, na vitória de 1 a 0 frente ao Juventus da Mooca.

Tulica atuou também no Santos, Atlético-GO, Vila Nova-GO e Fluminense. Encerrou carreira no Grêmio Mauaense. Foi professor na escolinha de futebol da Seci (Sociedade Esportiva Cidade Imaculada), do Parque Capuava. Faleceu aos 59 anos, em Santo André, em fevereiro de 2012, deixando mulher, três filhas e um neto.

 

Del Picchia, Villa-Lobos, Lobato e Tita Ruffo

 

Texto: Milton Parron

 

Neste fim de semana, Memória renderá homenagem à cidade de São Paulo, que no próximo dia 25 estará comemorando 465 anos de sua fundação.

Quatro figuras exponenciais da área de cultura, com muita ligação com a história da cidade, serão as centrais do programa, com depoimentos saborosos e histórias pouco conhecidas, mesmo por aqueles que habitam a Capital há muitos anos.

1 – Poeta, jornalista, tabelião, advogado, político, romancista, cronista, pintor e ensaísta Menotti Del Picchia, falecido em 1988 aos 96 anos de idade.

2 – Maestro Heitor Villa-Lobos, falecido em 1959, aos 72 anos, considerado um dos expoentes da música clássica no Brasil. A divertidíssima entrevista que ele concedeu para a TV Tupi de São Paulo, dois anos antes de sua morte, continua mais atual que nunca.

3 – Escritor Monteiro Lobato e a entrevista completa que deu ao repórter Murilo Antunes Alves em julho de 1948, dois dias antes do falecimento do escritor.

4 – Barítono italiano Tita Ruffo, cuja companhia inaugurou o Theatro Municipal de São Paulo na noite de 12 de setembro de 1911. A entrevista com esse extraordinário representante do bel canto foi feita pelo repórter da Bandeirantes José Carlos de Moraes, Tico-Tico, em Florença, no ano de 1952.

Nota – As entrevistas de Tita Ruffo e Monteiro Lobato foram as únicas que eles concederam para o veículo rádio.

 

EM PAUTA

Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) – Memória. Uma homenagem à cidade de São Paulo.

Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h, além da internet, radiobandeirantes.com.br.

 

 

Memória e literatura

Participe desse momento cultural. Entrada livre

Contagem regressiva: faltam dois dias para a abertura do Encontro São Paulo de Literatura. Será segunda-feira, no Diário do Grande ABC, com a presença de vários autores, apresentação e sorteio de livros. Realização: Editora Matarazzo. Façam suas inscrições.

 

Encontro São Paulo de Literatura

Data: segunda-feira, dia 21

Horário: das 14h às 17h

Local: Diário do Grande ABC

Endereço: Rua Catequese, 562, em Santo André

Importante – As inscrições devem ser feitas pelo e-mail ou Facebook da Memória, cujos endereços estão no alto da página.

 

Interação com o Facebook

‘No cemitério, Marx e Engels conversam’

Sexta-feira, 13, num cemitério qualquer. Os fantasmas de Karl Marx e Friedrich Engels se encontram. Estão tensos e os ossos das articulações fazem estranhos ruídos enquanto caminham pelas alamedas silenciosas.

Da crônica de Guido Fidelis publicada pelo Diário em 19 de janeiro de 1989. Confiram a íntegra no Facebook da Memória – acessem o endereço acima.

 

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 19 de janeiro de 1989 – ano 31, edição 6967

Manchete – Partidos não querem decidir demissões; IPVA prorrogado até amanhã; alguns supermercados já enfrentam escassez; ágio voltou nos açougues

Informática – Equipamento da Polibutenos, indústria química de Capuava, em Mauá, é ligado à Petroquímica União.

 

Em 19 de janeiro de...

1919 – Movimento grevista na Estrada de Ferro São Paulo Railway é evitado nos planos da Serra, adiante de Paranapiacaba. Presos e enviados a São Paulo os chefes do movimento. Tráfego entre São Paulo e Santos, cruzando a região, não será interrompido.

A guerra acabou. Do noticiário do Estadão: prorrogação do armistício por um mês.

Do noticiário do Correio Paulistano: a Conferência da Paz é favorável, em princípio, à publicidade dos seus debates.

1974 – Raio mata três pessoas em São Bernardo.

 

Santos do Dia

Odilo (França 962-1049) Arcebispo de Lion

Canuto

Júlio

Mário

 

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 19 de janeiro:

Em São Paulo, Praia Grande. Do tupi-guarani, Peabuçu. Separa-se de São Vicente e é instalado em 19 de janeiro de 1967.

No Rio Grande do Norte, Caiçara do Rio do Vento e Pedra Preta.

No Piauí, Fartura do Piauí.

No Maranhão, Guimarães.

Em Minas Gerais, Tiradentes.

Fonte: IBGE



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Começa a 3ª Copa Tulica: emoção no futebol andreense

Ademir Medici

19/01/2019 | 07:00


 Texto: Mauricio Silva

Começa hoje no campo do Nacional, Cidade dos Meninos, em Santo André, a terceira edição da Copa Tulica, em homenagem ao maior artilheiro da história do EC Santo André, 64 gols marcados.

“Quem conheceu Tulica não consegue esquecê-lo. Grande jogador, grande ser humano”, destaca Claudio Guimarães Teixeira, o Cacau, um dos idealizadores do torneio.

“O mais importante é não deixar a memória do ídolo se apagar”, complementa Vladmir Silva, o outro idealizador.

As edições anteriores da Copa Tulica foram realizadas em 2017 e 2018.

Sete equipes disputarão o torneio de 2019. Só podem participar jogadores com 60 anos de idade ou mais, nascidos, portanto, em 1958 ou anos anteriores. Há quatro exceções: o goleiro poderá ter nascido em 1964; um jogador por equipe, em 1962; dois jogadores nascidos entre 1960 e 1961.

As sete equipes jogarão entre si. As quatro melhores fazem a semifinal e os dois vencedores, a grande final.

 

PRIMEIRA RODADA

Às 8h deste sábado, Ipanema e Santo André; 9h20, Reapar Parafusos e Icontafisco; 10h40, Humaitá e Águias. O Nacional folga na primeira rodada.

 

O HOMENAGEADO

Alberto Soares de Araujo, o Tulica, nasceu em Santo André, em 22 de outubro de 1952. O primeiro dos 64 gols foi marcado em 1976, no Estádio do Jaçatuba, na vitória de 1 a 0 frente ao Juventus da Mooca.

Tulica atuou também no Santos, Atlético-GO, Vila Nova-GO e Fluminense. Encerrou carreira no Grêmio Mauaense. Foi professor na escolinha de futebol da Seci (Sociedade Esportiva Cidade Imaculada), do Parque Capuava. Faleceu aos 59 anos, em Santo André, em fevereiro de 2012, deixando mulher, três filhas e um neto.

 

Del Picchia, Villa-Lobos, Lobato e Tita Ruffo

 

Texto: Milton Parron

 

Neste fim de semana, Memória renderá homenagem à cidade de São Paulo, que no próximo dia 25 estará comemorando 465 anos de sua fundação.

Quatro figuras exponenciais da área de cultura, com muita ligação com a história da cidade, serão as centrais do programa, com depoimentos saborosos e histórias pouco conhecidas, mesmo por aqueles que habitam a Capital há muitos anos.

1 – Poeta, jornalista, tabelião, advogado, político, romancista, cronista, pintor e ensaísta Menotti Del Picchia, falecido em 1988 aos 96 anos de idade.

2 – Maestro Heitor Villa-Lobos, falecido em 1959, aos 72 anos, considerado um dos expoentes da música clássica no Brasil. A divertidíssima entrevista que ele concedeu para a TV Tupi de São Paulo, dois anos antes de sua morte, continua mais atual que nunca.

3 – Escritor Monteiro Lobato e a entrevista completa que deu ao repórter Murilo Antunes Alves em julho de 1948, dois dias antes do falecimento do escritor.

4 – Barítono italiano Tita Ruffo, cuja companhia inaugurou o Theatro Municipal de São Paulo na noite de 12 de setembro de 1911. A entrevista com esse extraordinário representante do bel canto foi feita pelo repórter da Bandeirantes José Carlos de Moraes, Tico-Tico, em Florença, no ano de 1952.

Nota – As entrevistas de Tita Ruffo e Monteiro Lobato foram as únicas que eles concederam para o veículo rádio.

 

EM PAUTA

Rádio Bandeirantes AM (840) e FM (90,9) – Memória. Uma homenagem à cidade de São Paulo.

Produção e apresentação: Milton Parron. Hoje, às 23h, com reprise amanhã, às 5h, além da internet, radiobandeirantes.com.br.

 

 

Memória e literatura

Participe desse momento cultural. Entrada livre

Contagem regressiva: faltam dois dias para a abertura do Encontro São Paulo de Literatura. Será segunda-feira, no Diário do Grande ABC, com a presença de vários autores, apresentação e sorteio de livros. Realização: Editora Matarazzo. Façam suas inscrições.

 

Encontro São Paulo de Literatura

Data: segunda-feira, dia 21

Horário: das 14h às 17h

Local: Diário do Grande ABC

Endereço: Rua Catequese, 562, em Santo André

Importante – As inscrições devem ser feitas pelo e-mail ou Facebook da Memória, cujos endereços estão no alto da página.

 

Interação com o Facebook

‘No cemitério, Marx e Engels conversam’

Sexta-feira, 13, num cemitério qualquer. Os fantasmas de Karl Marx e Friedrich Engels se encontram. Estão tensos e os ossos das articulações fazem estranhos ruídos enquanto caminham pelas alamedas silenciosas.

Da crônica de Guido Fidelis publicada pelo Diário em 19 de janeiro de 1989. Confiram a íntegra no Facebook da Memória – acessem o endereço acima.

 

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 19 de janeiro de 1989 – ano 31, edição 6967

Manchete – Partidos não querem decidir demissões; IPVA prorrogado até amanhã; alguns supermercados já enfrentam escassez; ágio voltou nos açougues

Informática – Equipamento da Polibutenos, indústria química de Capuava, em Mauá, é ligado à Petroquímica União.

 

Em 19 de janeiro de...

1919 – Movimento grevista na Estrada de Ferro São Paulo Railway é evitado nos planos da Serra, adiante de Paranapiacaba. Presos e enviados a São Paulo os chefes do movimento. Tráfego entre São Paulo e Santos, cruzando a região, não será interrompido.

A guerra acabou. Do noticiário do Estadão: prorrogação do armistício por um mês.

Do noticiário do Correio Paulistano: a Conferência da Paz é favorável, em princípio, à publicidade dos seus debates.

1974 – Raio mata três pessoas em São Bernardo.

 

Santos do Dia

Odilo (França 962-1049) Arcebispo de Lion

Canuto

Júlio

Mário

 

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 19 de janeiro:

Em São Paulo, Praia Grande. Do tupi-guarani, Peabuçu. Separa-se de São Vicente e é instalado em 19 de janeiro de 1967.

No Rio Grande do Norte, Caiçara do Rio do Vento e Pedra Preta.

No Piauí, Fartura do Piauí.

No Maranhão, Guimarães.

Em Minas Gerais, Tiradentes.

Fonte: IBGE

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;