Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 19 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Dólar à vista cai, mas futuro ronda estabilidade com pouca liquidez

Marcello Casal Jr/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


16/01/2019 | 10:12


O dólar à vista opera em queda moderada na manhã desta quarta-feira, 16, enquanto o contrato futuro da moeda americana para fevereiro está volátil ao redor da estabilidade, após ter iniciado a sessão do lado negativo. Às 9h34, o dólar à vista caía 0,35%, a R$ 3,7163. O dólar futuro para fevereiro tinha viés de baixa de 0,05%, a R$ 3,7175.

Os ajustes são moderados em meio a uma liquidez ainda fraca e um compasso de espera pela apresentação da reforma da Previdência, em data ainda indefinida. Um rascunho da reforma deve ser apresentado ao presidente Jair Bolsonaro até o próximo domingo (20), mas Bolsonaro só deve dar o seu aval para que a proposta seja levada à Câmara dos Deputados depois de sua viagem ao Fórum Econômico Mundial, na próxima semana. Além disso, o Congresso retorna do recesso e tem as eleições para presidentes da Câmara e do Senado no próximo dia 1º de fevereiro.

No exterior, as atenções nesta manhã estarão nos balanços dos bancos americanos Bank of America e Goldman Sachs e, à tarde, no Livro Bege do Federal Reserve, que será divulgado no mesmo horário (às 17h) da votação de uma moção de desconfiança contra a primeira ministra Theresa May, no Parlamento Britânico, convocada pelo líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn.

Mas como o Parlamento britânico está dividido em três correntes, nenhuma majoritária, há chance de a premiê se salvar hoje. Resta saber como ficará esse processo, uma vez que falta pouco tempo até a data final para implementação do Brexit, dia 29 de março.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dólar à vista cai, mas futuro ronda estabilidade com pouca liquidez


16/01/2019 | 10:12


O dólar à vista opera em queda moderada na manhã desta quarta-feira, 16, enquanto o contrato futuro da moeda americana para fevereiro está volátil ao redor da estabilidade, após ter iniciado a sessão do lado negativo. Às 9h34, o dólar à vista caía 0,35%, a R$ 3,7163. O dólar futuro para fevereiro tinha viés de baixa de 0,05%, a R$ 3,7175.

Os ajustes são moderados em meio a uma liquidez ainda fraca e um compasso de espera pela apresentação da reforma da Previdência, em data ainda indefinida. Um rascunho da reforma deve ser apresentado ao presidente Jair Bolsonaro até o próximo domingo (20), mas Bolsonaro só deve dar o seu aval para que a proposta seja levada à Câmara dos Deputados depois de sua viagem ao Fórum Econômico Mundial, na próxima semana. Além disso, o Congresso retorna do recesso e tem as eleições para presidentes da Câmara e do Senado no próximo dia 1º de fevereiro.

No exterior, as atenções nesta manhã estarão nos balanços dos bancos americanos Bank of America e Goldman Sachs e, à tarde, no Livro Bege do Federal Reserve, que será divulgado no mesmo horário (às 17h) da votação de uma moção de desconfiança contra a primeira ministra Theresa May, no Parlamento Britânico, convocada pelo líder do Partido Trabalhista, Jeremy Corbyn.

Mas como o Parlamento britânico está dividido em três correntes, nenhuma majoritária, há chance de a premiê se salvar hoje. Resta saber como ficará esse processo, uma vez que falta pouco tempo até a data final para implementação do Brexit, dia 29 de março.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;