Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Ilha dos Açores, Moema, Campestre...


Ademir Medici

15/01/2019 | 07:00


A família Raposo Tavares Correa faz parte da formação étnica do bairro Campestre, em Santo André. A vida em Portugal, a mudança para São Paulo e a chegada ao bairro. Tudo devidamente documentado na pesquisa de Leandro Mendes Ferreira, que traça a seguinte linha do tempo:

1917 – A família é fotografada em Portugal, em Ponta Delgada, Ilha dos Açores.

1929, 7 de dezembro – O casal Armando Correa e Maria Amélia Raposo Tavares Correa, juntamente com os filhos Adília, Mario, Roberto e Valter, desembarca em Santos.

1929 a 1952 – A maior parte da família reside no bairro de Moema, em São Paulo.

1952 – A mudança para Santo André, onde residia desde 1950 a filha Adília Maria, casada com Laerte Mendes Ferreira.

A foto de 1917 focaliza o casamento, provavelmente, de uma sobrinha de dona Maria Amélia, que aparece atrás da noiva. “Devem estar na foto sobrinhos, irmãos, tios, primos de minha avó e a família do noivo”, comenta Leandro Mendes Ferreira. Ele chama a atenção para o pessoal ao alto, junto aos vitrais, provavelmente sete serviçais, entre cozinheiras, motorista, lavadeiras, arrumadeiras.

A foto vem com a bagagem na mudança para o Brasil em 1929. Outras fotos compõem o acervo trazido de Portugal, inclusive este cartão-postal que focaliza a participação do país no conflito mundial.

 

Amigos do bairro Campestre

Memórias de infância, memórias eternas...

Entrevistado: Leandro Mendes Ferreira

Sintonizem: www.dgabc.com.br

 

Interação com Facebook

‘A pata da gazela’

Estou aqui diante do mar. Meu guarda-sol descansa fechado sobre a areia. Ali adiante um grupo de rapazes joga frescobol. A irmã italiana de meu vizinho italiano está na terceira batida de limão.

Da crônica de Lourenço Diaféria publicada pelo Diário em 15 de janeiro de 1989. Confiram a íntegra no Facebook da Memória – acessem o endereço acima.

 

Diário há 30 anos

Domingo, 15 de janeiro de 1989 – ano 31, edição 6963

Manchete – Governo reduz crédito; poupança não muda; salários serão decididos somente depois de negociação com sindicatos; empresários apoiam

Nota – Aos poucos o País passava a conhecer as diretrizes do Plano Verão.

Formação Profissional – Instituto de Estudos Avançados escolhe Paranapiacaba para a instalação de uma modalidade de ensino inédita no Brasil, a Escola Superior de Transportes Ferroviários.

Editorial – PT: abismo entre teoria e prática

Ciência & Tecnologia (Diógenes Silva) – Japão já tem projeto para uma cidade na Lua.

 

Em 15 de janeiro de...

1919 – Dr. Baeta Neves volta a clinicar, depois de participar da Missão Médica Brasileira nos últimos meses da guerra mundial. Seu consultório ficava na Rua de São Bento, 24, sobrado.

A guerra acabou. Do noticiário do Estadão: o governo domina a situação em Paris.

Do noticiário do Correio Paulistano: o cardeal metropolitano de São Paulo, dom Duarte Leopoldo e Silva, cria o Dia da Boa Imprensa, que a Cúria deveria celebrar todo dia 2 de fevereiro.

1949 – Câmara de Santo André cassa os mandatos dos vereadores Antonio Dardis Neto, Lauro Garcia, João Dal’Mas e Anacleto Campanella, autonomistas de São Caetano. Os quatro recuperariam os mandatos.

1974 – Por eleição indireta, Ernesto Geisel é eleito presidente da República.

 

Hoje

Dia dos Adultos

Dia Internacional do Compositor

 

Santos do Dia

Mauro (Amaro) de Gália. Mais conhecido na tradição luso-brasileira como Santo Amaro. Foi educado por São Bento, tornando-se um perfeito discípulo do mestre. Seu pai foi um senador romano. Faleceu em Subiaco no ano 584.

Isidoro de Alexandria

Miquéias

 

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 15 de janeiro

No Maranhão, Lima Campos

No Rio de Janeiro, Nova Iguaçu e Paraíba do Sul

Na Paraíba, Ouro Velho

Em Minas Gerais, Ouro Verde de Minas, Piedade de Caratinga e Unaí

Na Bahia, Pilão Arcado

No Rio Grande do Sul, Veranópolis

FONTE: IBGE



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ilha dos Açores, Moema, Campestre...

Ademir Medici

15/01/2019 | 07:00


A família Raposo Tavares Correa faz parte da formação étnica do bairro Campestre, em Santo André. A vida em Portugal, a mudança para São Paulo e a chegada ao bairro. Tudo devidamente documentado na pesquisa de Leandro Mendes Ferreira, que traça a seguinte linha do tempo:

1917 – A família é fotografada em Portugal, em Ponta Delgada, Ilha dos Açores.

1929, 7 de dezembro – O casal Armando Correa e Maria Amélia Raposo Tavares Correa, juntamente com os filhos Adília, Mario, Roberto e Valter, desembarca em Santos.

1929 a 1952 – A maior parte da família reside no bairro de Moema, em São Paulo.

1952 – A mudança para Santo André, onde residia desde 1950 a filha Adília Maria, casada com Laerte Mendes Ferreira.

A foto de 1917 focaliza o casamento, provavelmente, de uma sobrinha de dona Maria Amélia, que aparece atrás da noiva. “Devem estar na foto sobrinhos, irmãos, tios, primos de minha avó e a família do noivo”, comenta Leandro Mendes Ferreira. Ele chama a atenção para o pessoal ao alto, junto aos vitrais, provavelmente sete serviçais, entre cozinheiras, motorista, lavadeiras, arrumadeiras.

A foto vem com a bagagem na mudança para o Brasil em 1929. Outras fotos compõem o acervo trazido de Portugal, inclusive este cartão-postal que focaliza a participação do país no conflito mundial.

 

Amigos do bairro Campestre

Memórias de infância, memórias eternas...

Entrevistado: Leandro Mendes Ferreira

Sintonizem: www.dgabc.com.br

 

Interação com Facebook

‘A pata da gazela’

Estou aqui diante do mar. Meu guarda-sol descansa fechado sobre a areia. Ali adiante um grupo de rapazes joga frescobol. A irmã italiana de meu vizinho italiano está na terceira batida de limão.

Da crônica de Lourenço Diaféria publicada pelo Diário em 15 de janeiro de 1989. Confiram a íntegra no Facebook da Memória – acessem o endereço acima.

 

Diário há 30 anos

Domingo, 15 de janeiro de 1989 – ano 31, edição 6963

Manchete – Governo reduz crédito; poupança não muda; salários serão decididos somente depois de negociação com sindicatos; empresários apoiam

Nota – Aos poucos o País passava a conhecer as diretrizes do Plano Verão.

Formação Profissional – Instituto de Estudos Avançados escolhe Paranapiacaba para a instalação de uma modalidade de ensino inédita no Brasil, a Escola Superior de Transportes Ferroviários.

Editorial – PT: abismo entre teoria e prática

Ciência & Tecnologia (Diógenes Silva) – Japão já tem projeto para uma cidade na Lua.

 

Em 15 de janeiro de...

1919 – Dr. Baeta Neves volta a clinicar, depois de participar da Missão Médica Brasileira nos últimos meses da guerra mundial. Seu consultório ficava na Rua de São Bento, 24, sobrado.

A guerra acabou. Do noticiário do Estadão: o governo domina a situação em Paris.

Do noticiário do Correio Paulistano: o cardeal metropolitano de São Paulo, dom Duarte Leopoldo e Silva, cria o Dia da Boa Imprensa, que a Cúria deveria celebrar todo dia 2 de fevereiro.

1949 – Câmara de Santo André cassa os mandatos dos vereadores Antonio Dardis Neto, Lauro Garcia, João Dal’Mas e Anacleto Campanella, autonomistas de São Caetano. Os quatro recuperariam os mandatos.

1974 – Por eleição indireta, Ernesto Geisel é eleito presidente da República.

 

Hoje

Dia dos Adultos

Dia Internacional do Compositor

 

Santos do Dia

Mauro (Amaro) de Gália. Mais conhecido na tradição luso-brasileira como Santo Amaro. Foi educado por São Bento, tornando-se um perfeito discípulo do mestre. Seu pai foi um senador romano. Faleceu em Subiaco no ano 584.

Isidoro de Alexandria

Miquéias

 

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 15 de janeiro

No Maranhão, Lima Campos

No Rio de Janeiro, Nova Iguaçu e Paraíba do Sul

Na Paraíba, Ouro Velho

Em Minas Gerais, Ouro Verde de Minas, Piedade de Caratinga e Unaí

Na Bahia, Pilão Arcado

No Rio Grande do Sul, Veranópolis

FONTE: IBGE

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;