Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 16 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Queiroz diz que dança no hospital foi para levar alegria à enfermaria



12/01/2019 | 20:09


Em novo vídeo divulgado por sua família, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício de Queiroz, deitado em uma cama, diz que a gravação em que aparece dançando no hospital Albert Einstein aconteceu porque ele quis dar "cinco segundos de alegria a uma tristeza que se tomava dentro da enfermaria".

Ele disse também estar revoltado com a circulação do vídeo e que estava apenas comemorando a virada do ano com a sua família.

"Estão dizendo que nesse vídeo eu estava comemorando o não comparecimento meu ao Ministério Público. Isso é muita maldade", afirmou.

Queiroz afirmou que está se recuperando de uma operação para a retirada de um câncer (feita, segundo ele, no dia 1º de janeiro) e que está no aguardo para passar por um tratamento médico. "Tão logo acabe tudo isso, eu estarei pronto para esclarecer qualquer dúvida ao Ministério Público", afirmou. Ao Estado, Queiroz disse que o tratamento poderia levar de três a seis meses.

O vídeo, gravado por uma filha de Queiroz, viralizou neste sábado nas redes sociais. A defesa diz que as imagens foram feitas em 'raro momento de descontração'. As imagens foram feitas na virada do ano, no dia 31 de dezembro, dentro do quarto do hospital, onde o ex-assessor estava internado. Queiroz afirmou que foi submetido no dia seguinte a uma cirurgia para a retirada de um câncer no intestino.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Queiroz diz que dança no hospital foi para levar alegria à enfermaria


12/01/2019 | 20:09


Em novo vídeo divulgado por sua família, o ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício de Queiroz, deitado em uma cama, diz que a gravação em que aparece dançando no hospital Albert Einstein aconteceu porque ele quis dar "cinco segundos de alegria a uma tristeza que se tomava dentro da enfermaria".

Ele disse também estar revoltado com a circulação do vídeo e que estava apenas comemorando a virada do ano com a sua família.

"Estão dizendo que nesse vídeo eu estava comemorando o não comparecimento meu ao Ministério Público. Isso é muita maldade", afirmou.

Queiroz afirmou que está se recuperando de uma operação para a retirada de um câncer (feita, segundo ele, no dia 1º de janeiro) e que está no aguardo para passar por um tratamento médico. "Tão logo acabe tudo isso, eu estarei pronto para esclarecer qualquer dúvida ao Ministério Público", afirmou. Ao Estado, Queiroz disse que o tratamento poderia levar de três a seis meses.

O vídeo, gravado por uma filha de Queiroz, viralizou neste sábado nas redes sociais. A defesa diz que as imagens foram feitas em 'raro momento de descontração'. As imagens foram feitas na virada do ano, no dia 31 de dezembro, dentro do quarto do hospital, onde o ex-assessor estava internado. Queiroz afirmou que foi submetido no dia seguinte a uma cirurgia para a retirada de um câncer no intestino.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;