Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 19 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Ricardo Barros entra na disputa pelo comando da Câmara



12/01/2019 | 15:04


A eleição para a presidência da Câmara tem mais um candidato. O ex-ministro Ricardo Barros (PP-PR) comunicou aos colegas que irá disputar a vaga ocupada hoje por Rodrigo Maia (DEM-RJ), que concorre à reeleição com o apoio do PSL, sigla de Jair Bolsonaro.

"Bom dia a todos os progressistas. Quero pedir seu voto para presidente da Câmara dos Deputados. Meus 30 anos de vida pública e a passagem austera e realizadora pelo ministério da saúde me animam a esta jornada. Farei minha inscrição como candidato avulso. Deus ilumine esta jornada. Ricardo Barros", diz a mensagem.

Para derrotar Maia, hoje o nome mais forte, a estratégia de PP e MDB é lançar o máximo de candidatos na tentativa de levar a disputa para o segundo turno. Numa eventual segunda etapa, todos se uniriam contra o demista.

A interlocutores, Barros aposta que muitos estão buscando uma alternativa à candidatura de Maia e à predominância do DEM no governo. O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, homem forte do governo, é do DEM.

Alijados da aliança de Maia, PP e MDB já apresentaram como candidatos avulsos Fábio Ramalho (MDB-MG), Arthur Lira (PP-AL) e Alceu Moreira (MDB-RS).



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ricardo Barros entra na disputa pelo comando da Câmara


12/01/2019 | 15:04


A eleição para a presidência da Câmara tem mais um candidato. O ex-ministro Ricardo Barros (PP-PR) comunicou aos colegas que irá disputar a vaga ocupada hoje por Rodrigo Maia (DEM-RJ), que concorre à reeleição com o apoio do PSL, sigla de Jair Bolsonaro.

"Bom dia a todos os progressistas. Quero pedir seu voto para presidente da Câmara dos Deputados. Meus 30 anos de vida pública e a passagem austera e realizadora pelo ministério da saúde me animam a esta jornada. Farei minha inscrição como candidato avulso. Deus ilumine esta jornada. Ricardo Barros", diz a mensagem.

Para derrotar Maia, hoje o nome mais forte, a estratégia de PP e MDB é lançar o máximo de candidatos na tentativa de levar a disputa para o segundo turno. Numa eventual segunda etapa, todos se uniriam contra o demista.

A interlocutores, Barros aposta que muitos estão buscando uma alternativa à candidatura de Maia e à predominância do DEM no governo. O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, homem forte do governo, é do DEM.

Alijados da aliança de Maia, PP e MDB já apresentaram como candidatos avulsos Fábio Ramalho (MDB-MG), Arthur Lira (PP-AL) e Alceu Moreira (MDB-RS).

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;