Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Bernardo põe fim à equipe de ginástica artística; Hypólito desabafa

Celso Luiz/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Atleta reclama de salários atrasados e indica que município não repassava verba paga pela Caixa


Anderson Fattori

12/01/2019 | 07:00


Casa de alguns dos principais ginastas do Brasil, São Bernardo não terá equipe em 2019. Mantenedora do projeto, a Caixa não renovou o contrato de patrocínio com a cidade, que venceu em agosto e havia sido prorrogado até novembro, e a Secretaria de Esporte e Lazer informou que não será usada verba municipal para financiar atletas. Sem emprego, Diego Hypólito, estrela do time, desabafou, disse estar com salários atrasados e que o município não repassava a verba paga pela instituição financeira.

O ginasta usou as redes sociais para desabafar. Ao Diário, disse que se sentiu descartado e destacou a falta de organização dos responsáveis pelo projeto. “Atleta de alto rendimento no Brasil é descartável. As pessoas usam e depois não presta mais. Meu salário sempre atrasou nos últimos 24 meses. No início de 2018 sentamos com meu advogado e aceitei abrir mão de quatro parcelas que tinha para receber desde que os próximos salários fossem pagos em dia, mas isso nunca aconteceu. Lá é uma bagunça”, ataca. “Sete desses 24 meses não recebi”, acrescenta.

O ginasta ainda deixou a entender que a cidade recebia o valor da Caixa e não pagava aos atletas. “A Caixa trabalha com o esporte há muitos anos e sempre honrou seu compromisso, mas para mim não chegava todo o dinheiro”, disse.

Em nota, a Prefeitura informou que não houve acordo para renovação do contrato, mas negou que não tenha repassado os valores. “O contrato foi encerrado em agosto e houve prorrogação até novembro, com as tratativas para a celebração de uma nova parceria. No entanto, o novo contrato não foi formalizado pelo presidente da Caixa na época, Nelson Antonio de Souza. A administração municipal salienta que em nenhum momento financiou salários ou subsídios para atletas de alto rendimento. Os atletas sempre foram informados de todas as questões relacionadas ao contrato com a Caixa. Inclusive foram comunicados da não renovação do contrato, que a Pasta recebeu a verba da Caixa em 28 de dezembro e que as parcelas dos meses de novembro e dezembro serão acertadas até o início de fevereiro de 2019.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

São Bernardo põe fim à equipe de ginástica artística; Hypólito desabafa

Atleta reclama de salários atrasados e indica que município não repassava verba paga pela Caixa

Anderson Fattori

12/01/2019 | 07:00


Casa de alguns dos principais ginastas do Brasil, São Bernardo não terá equipe em 2019. Mantenedora do projeto, a Caixa não renovou o contrato de patrocínio com a cidade, que venceu em agosto e havia sido prorrogado até novembro, e a Secretaria de Esporte e Lazer informou que não será usada verba municipal para financiar atletas. Sem emprego, Diego Hypólito, estrela do time, desabafou, disse estar com salários atrasados e que o município não repassava a verba paga pela instituição financeira.

O ginasta usou as redes sociais para desabafar. Ao Diário, disse que se sentiu descartado e destacou a falta de organização dos responsáveis pelo projeto. “Atleta de alto rendimento no Brasil é descartável. As pessoas usam e depois não presta mais. Meu salário sempre atrasou nos últimos 24 meses. No início de 2018 sentamos com meu advogado e aceitei abrir mão de quatro parcelas que tinha para receber desde que os próximos salários fossem pagos em dia, mas isso nunca aconteceu. Lá é uma bagunça”, ataca. “Sete desses 24 meses não recebi”, acrescenta.

O ginasta ainda deixou a entender que a cidade recebia o valor da Caixa e não pagava aos atletas. “A Caixa trabalha com o esporte há muitos anos e sempre honrou seu compromisso, mas para mim não chegava todo o dinheiro”, disse.

Em nota, a Prefeitura informou que não houve acordo para renovação do contrato, mas negou que não tenha repassado os valores. “O contrato foi encerrado em agosto e houve prorrogação até novembro, com as tratativas para a celebração de uma nova parceria. No entanto, o novo contrato não foi formalizado pelo presidente da Caixa na época, Nelson Antonio de Souza. A administração municipal salienta que em nenhum momento financiou salários ou subsídios para atletas de alto rendimento. Os atletas sempre foram informados de todas as questões relacionadas ao contrato com a Caixa. Inclusive foram comunicados da não renovação do contrato, que a Pasta recebeu a verba da Caixa em 28 de dezembro e que as parcelas dos meses de novembro e dezembro serão acertadas até o início de fevereiro de 2019.” 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;