Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 19 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Ilan: dificuldades políticas para independência do BC têm ficado para trás

Jose Cruz/Agencia Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


11/01/2019 | 17:59


O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, disse nesta sexta-feira, 11, que, na sua percepção, as "dificuldades políticas" para aprovar o projeto de lei que dá independência legal para a autoridade monetária têm ficado para atrás.

"As dificuldades políticas, algumas delas, têm ficado para trás", disse Goldfajn, em rápido discurso de encerramento da cerimônia de lançamento da "Coleção Digital História Contada do Banco Central do Brasil", na sede da autoridade monetária no Rio.

Goldfajn disse que sua percepção sobre a redução das resistências políticas à independência do BC está baseada em "conversas". O presidente do BC tem mantido reuniões no Congresso Nacional sobre o projeto de lei que dá independência ao órgão. O ministro da Economia, Paulo Guedes, já demonstrou apoio à ideia.

"Estou um pouco mais otimista de que, dada a independência de facto (que o BC tem hoje), a gente vai ter a independência de jure", afirmou Goldfajn.

No discurso rápido de encerramento, que não estava previsto inicialmente nem foi escrito, Goldfajn fez breve resumo das palestras de ex-presidente do BC, que trataram de diferentes momentos da história do órgão. "Espero que a inflação alta tenha ficado no passado", afirmou Goldfajn.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ilan: dificuldades políticas para independência do BC têm ficado para trás


11/01/2019 | 17:59


O presidente do Banco Central (BC), Ilan Goldfajn, disse nesta sexta-feira, 11, que, na sua percepção, as "dificuldades políticas" para aprovar o projeto de lei que dá independência legal para a autoridade monetária têm ficado para atrás.

"As dificuldades políticas, algumas delas, têm ficado para trás", disse Goldfajn, em rápido discurso de encerramento da cerimônia de lançamento da "Coleção Digital História Contada do Banco Central do Brasil", na sede da autoridade monetária no Rio.

Goldfajn disse que sua percepção sobre a redução das resistências políticas à independência do BC está baseada em "conversas". O presidente do BC tem mantido reuniões no Congresso Nacional sobre o projeto de lei que dá independência ao órgão. O ministro da Economia, Paulo Guedes, já demonstrou apoio à ideia.

"Estou um pouco mais otimista de que, dada a independência de facto (que o BC tem hoje), a gente vai ter a independência de jure", afirmou Goldfajn.

No discurso rápido de encerramento, que não estava previsto inicialmente nem foi escrito, Goldfajn fez breve resumo das palestras de ex-presidente do BC, que trataram de diferentes momentos da história do órgão. "Espero que a inflação alta tenha ficado no passado", afirmou Goldfajn.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;