Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

S&P coloca rating da Embraer em observação para possível rebaixamento



11/01/2019 | 17:21


A agência de classificação de risco S&P Global Ratings colocou o rating BBB da Embraer na listagem "CreditWatch" com implicações negativas após o aval dado pelo governo Bolsonaro ao acordo firmado entre a empresa brasileira e a americana Boeing.

"Se a transação for concluída conforme a proposta, os negócios da Embraer serão reduzidos às suas unidades de jatos executivos e de defesa, que têm margens menores e maior volatilidade do que a divisão de aviação comercial. No entanto, a Embraer manterá uma participação de 20% em uma joint venture com perspectivas de crescimento mais fortes, beneficiando-se da especialização e capacidade comercial da Boeing", comentou a S&P em comunicado divulgado nesta sexta-feira, 11. Para a agência, apesar da melhora na posição de equilíbrio da Embraer, "acreditamos que a cisão enfraquecerá consideravelmente o perfil de risco de negócios e a qualidade de crédito da empresa".

Ainda no comunicado, a S&P apontou que a decisão de colocar o rating da Embraer em observação para possível rebaixamento "se deve, principalmente, a uma menor escala e ao aumento da concentração de clientes em sua divisão de defesa, além da maior volatilidade dos lucros e da necessidade de melhorar a rentabilidade de sua divisão de jatos executivos". Atualmente, a agência estima que a margem Ebitda da divisão de jatos executivos da Embraer esteja próxima de 5% ante 15% da divisão de aviação comercial.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

S&P coloca rating da Embraer em observação para possível rebaixamento


11/01/2019 | 17:21


A agência de classificação de risco S&P Global Ratings colocou o rating BBB da Embraer na listagem "CreditWatch" com implicações negativas após o aval dado pelo governo Bolsonaro ao acordo firmado entre a empresa brasileira e a americana Boeing.

"Se a transação for concluída conforme a proposta, os negócios da Embraer serão reduzidos às suas unidades de jatos executivos e de defesa, que têm margens menores e maior volatilidade do que a divisão de aviação comercial. No entanto, a Embraer manterá uma participação de 20% em uma joint venture com perspectivas de crescimento mais fortes, beneficiando-se da especialização e capacidade comercial da Boeing", comentou a S&P em comunicado divulgado nesta sexta-feira, 11. Para a agência, apesar da melhora na posição de equilíbrio da Embraer, "acreditamos que a cisão enfraquecerá consideravelmente o perfil de risco de negócios e a qualidade de crédito da empresa".

Ainda no comunicado, a S&P apontou que a decisão de colocar o rating da Embraer em observação para possível rebaixamento "se deve, principalmente, a uma menor escala e ao aumento da concentração de clientes em sua divisão de defesa, além da maior volatilidade dos lucros e da necessidade de melhorar a rentabilidade de sua divisão de jatos executivos". Atualmente, a agência estima que a margem Ebitda da divisão de jatos executivos da Embraer esteja próxima de 5% ante 15% da divisão de aviação comercial.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;