Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 21 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Marcos Pontes rebate Damares: 'não se deve misturar ciência com religião'

Bruno Peres/MCTIC/Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Para ministra, igreja evangélica perdeu espaço na História ao deixar a Teoria da Evolução entrar nas escolas



10/01/2019 | 12:27


O ministro de Ciência e Tecnologia Marcos Pontes rebateu, nesta quinta-feira, 10, declarações da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. Em vídeo divulgado nesta quarta-feira, 9, a ministra e pastora disse que a igreja evangélica perdeu espaço na História ao "deixar" a Teoria da Evolução entrar nas escolas sem ser questionada.

"Ela deve ter falado isso em algum tipo de contexto que eu não sei exatamente", disse Pontes, em entrevista à rádio CBN. "Mas, do ponto de vista da ciência, são muitas décadas de estudo para formar a teoria da evolução desde o início. Ou seja, não se deve misturar ciência com religião", disse o ministro.

No vídeo, sem data de identificação, Damares fala: "A Igreja Evangélica perdeu espaço na História. Nós perdemos o espaço na ciência quando nós deixamos a teoria da evolução entrar nas escolas, quando nós não questionamos. E aí os cientistas tomaram conta dessa área."

Em nota enviada à TV Globo, o Ministério da Mulher, Família e dos Direitos Humanos informa que a declaração "ocorreu no contexto de uma exposição teológica e não tem qualquer relação com as políticas públicas que serão fomentadas por este ministério. Não há relação entre a atuação da titular desta pasta como líder religiosa e suas funções como gestora pública."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Marcos Pontes rebate Damares: 'não se deve misturar ciência com religião'

Para ministra, igreja evangélica perdeu espaço na História ao deixar a Teoria da Evolução entrar nas escolas


10/01/2019 | 12:27


O ministro de Ciência e Tecnologia Marcos Pontes rebateu, nesta quinta-feira, 10, declarações da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves. Em vídeo divulgado nesta quarta-feira, 9, a ministra e pastora disse que a igreja evangélica perdeu espaço na História ao "deixar" a Teoria da Evolução entrar nas escolas sem ser questionada.

"Ela deve ter falado isso em algum tipo de contexto que eu não sei exatamente", disse Pontes, em entrevista à rádio CBN. "Mas, do ponto de vista da ciência, são muitas décadas de estudo para formar a teoria da evolução desde o início. Ou seja, não se deve misturar ciência com religião", disse o ministro.

No vídeo, sem data de identificação, Damares fala: "A Igreja Evangélica perdeu espaço na História. Nós perdemos o espaço na ciência quando nós deixamos a teoria da evolução entrar nas escolas, quando nós não questionamos. E aí os cientistas tomaram conta dessa área."

Em nota enviada à TV Globo, o Ministério da Mulher, Família e dos Direitos Humanos informa que a declaração "ocorreu no contexto de uma exposição teológica e não tem qualquer relação com as políticas públicas que serão fomentadas por este ministério. Não há relação entre a atuação da titular desta pasta como líder religiosa e suas funções como gestora pública."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;