Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 23 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Souza diz que expectativa é Caixa entregar lucro de R$ 15 bi em 2018

Antonio Cruz / Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


07/01/2019 | 18:16


De saída da presidência da Caixa, Nelson Antonio de Souza afirmou nesta segunda-feira, 7, que o banco estatal deve fechar 2018 com lucro de cerca de R$ 15 bilhões em 2018, ante R$ 7,3 bilhões no ano anterior. Ele também informou que o banco entregará uma "inadimplência histórica".

Segundo Souza, o índice de calotes em operações com o banco fechará o ano abaixo de 2%. "Pedro (Guimarães, novo presidente da Caixa), vai ser menos de 2% inadimplência em 2018. É uma inadimplência histórica", afirmou Souza em cerimônia de transmissão de cargo.

No fim do terceiro trimestre, a inadimplência estava em 2,4%, lembrou Souza.

Souza ainda destacou as medidas de governança adotadas pela sua gestão, após uma série de investigações terem operações do banco como alvos principais. "Corrigimos o rumo dessa história e colocamos a Caixa nas páginas onde ela deve estar, na economia", afirmou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Souza diz que expectativa é Caixa entregar lucro de R$ 15 bi em 2018


07/01/2019 | 18:16


De saída da presidência da Caixa, Nelson Antonio de Souza afirmou nesta segunda-feira, 7, que o banco estatal deve fechar 2018 com lucro de cerca de R$ 15 bilhões em 2018, ante R$ 7,3 bilhões no ano anterior. Ele também informou que o banco entregará uma "inadimplência histórica".

Segundo Souza, o índice de calotes em operações com o banco fechará o ano abaixo de 2%. "Pedro (Guimarães, novo presidente da Caixa), vai ser menos de 2% inadimplência em 2018. É uma inadimplência histórica", afirmou Souza em cerimônia de transmissão de cargo.

No fim do terceiro trimestre, a inadimplência estava em 2,4%, lembrou Souza.

Souza ainda destacou as medidas de governança adotadas pela sua gestão, após uma série de investigações terem operações do banco como alvos principais. "Corrigimos o rumo dessa história e colocamos a Caixa nas páginas onde ela deve estar, na economia", afirmou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;