Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Mudança de carreira


Lucas Nogueira
Diretor de recrutamento,Robert Half

01/01/2019 | 07:21


Ter um plano de carreira é fundamental para qualquer pessoa que almeja sucesso na profissão. Mas esse planejamento não precisa ser engessado. Pelo contrário, é até saudável que, de tempos em tempos, os profissionais revisem o plano e se questionem se ele ainda faz sentido dentro do atual momento de vida. Se você está entre as pessoas que estão considerando mudar de carreira, aqui vão cinco orientações:

Primeiro passo - Não existe problema em decidir mudar de carreira. O erro está em fazer a transição sem um objetivo sólido e planejamento. Por isso, não tome qualquer decisão sem antes entender: o que te faz feliz; onde quer chegar; quais passos são necessários para alcançar o objetivo; e quais qualificações você precisa desenvolver ou aprimorar para se dar bem no novo caminho. Neste processo, sugiro ter como base o currículo de algum profissional que você admira, dentro da área que almeja.

Caso esteja empregado - Se já está dentro de uma empresa, antes de sair em busca de oportunidades no mercado veja quais são as chances de fazer uma transição de áreas dentro da companhia onde atua. Uma conversa em particular com o seu gestor direto ou com um profissional do departamento de Recursos Humanos pode ser um bom começo para entender as possibilidades. Procure, ainda, se aproximar de profissionais da nova área para ter certeza que conseguirá se adaptar à nova rotina.

Currículo - Mais uma vez, a customização do currículo é de extrema importância. É fundamental que você inclua e destaque nele quais cursos fez ou está fazendo para atender às exigências da nova área. Não deixe também de considerar quais habilidades e experiências antigas podem agregar valor para a nova função e, por isso, merecem ser valorizadas.

Na entrevista de emprego - Para o bate-papo com recrutadores, construa um discurso com base em três pontos: o motivo da sua mudança; como tem se preparado para a transição; e quais movimentos têm feito. Neste processo, o ponto de atenção está na motivação pela sua mudança. Não é recomendado que você tenha como foco apenas questões salariais. Faça uma análise mais ampla da situação considerando o longo prazo.

Sua rede de contatos - Assim que tiver certeza sobre a decisão por mudar de carreira, deixe as pessoas a par desse seu novo momento. Aqui, assim como em outros casos, indicações são muito bem-vindas, o que só reforça a importância de manter relacionamentos saudáveis e cordiais, independentemente do seu momento de carreira. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mudança de carreira

Lucas Nogueira
Diretor de recrutamento,Robert Half

01/01/2019 | 07:21


Ter um plano de carreira é fundamental para qualquer pessoa que almeja sucesso na profissão. Mas esse planejamento não precisa ser engessado. Pelo contrário, é até saudável que, de tempos em tempos, os profissionais revisem o plano e se questionem se ele ainda faz sentido dentro do atual momento de vida. Se você está entre as pessoas que estão considerando mudar de carreira, aqui vão cinco orientações:

Primeiro passo - Não existe problema em decidir mudar de carreira. O erro está em fazer a transição sem um objetivo sólido e planejamento. Por isso, não tome qualquer decisão sem antes entender: o que te faz feliz; onde quer chegar; quais passos são necessários para alcançar o objetivo; e quais qualificações você precisa desenvolver ou aprimorar para se dar bem no novo caminho. Neste processo, sugiro ter como base o currículo de algum profissional que você admira, dentro da área que almeja.

Caso esteja empregado - Se já está dentro de uma empresa, antes de sair em busca de oportunidades no mercado veja quais são as chances de fazer uma transição de áreas dentro da companhia onde atua. Uma conversa em particular com o seu gestor direto ou com um profissional do departamento de Recursos Humanos pode ser um bom começo para entender as possibilidades. Procure, ainda, se aproximar de profissionais da nova área para ter certeza que conseguirá se adaptar à nova rotina.

Currículo - Mais uma vez, a customização do currículo é de extrema importância. É fundamental que você inclua e destaque nele quais cursos fez ou está fazendo para atender às exigências da nova área. Não deixe também de considerar quais habilidades e experiências antigas podem agregar valor para a nova função e, por isso, merecem ser valorizadas.

Na entrevista de emprego - Para o bate-papo com recrutadores, construa um discurso com base em três pontos: o motivo da sua mudança; como tem se preparado para a transição; e quais movimentos têm feito. Neste processo, o ponto de atenção está na motivação pela sua mudança. Não é recomendado que você tenha como foco apenas questões salariais. Faça uma análise mais ampla da situação considerando o longo prazo.

Sua rede de contatos - Assim que tiver certeza sobre a decisão por mudar de carreira, deixe as pessoas a par desse seu novo momento. Aqui, assim como em outros casos, indicações são muito bem-vindas, o que só reforça a importância de manter relacionamentos saudáveis e cordiais, independentemente do seu momento de carreira. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;