Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Família Lemes mantém almoço de Natal comunitário há 20 anos

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Tradição de fim de ano, ação social espera 5.000 pessoas para refeição


Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

22/12/2018 | 07:00


O tradicional almoço de Natal da família Lemes, no Parque São Bernardo, está confirmado para o dia 25, quando a celebração comemora a sua 20ª edição. A ação social, encabeçada pela matriarca Maria Aparecida do Rosário Lemes, 91 anos, a dona Cotinha, espera receber pelo menos 5.000 pessoas neste ano.

Desde setembro, cerca de 2.000 pessoas colaboraram com doações de mantimentos, que darão vida à ceia, e brinquedos, que fazem a alegria da criançada. A casa da dona Cotinha já é velha conhecida da população da região, até porque há 20 anos a porta da residência fica aberta para receber pessoas interessadas em ajudar no trabalho, que, além do almoço natalino, fornece refeições a moradores de rua e famílias carentes todos os dias.

Filho mais velho de dona Cotinha, Benedito da Silva Lemes, o Ditinho da Congada, 66, comemora o crescimento no número de voluntários para o preparo e a organização do almoço – de 70 para 150 pessoas. Para Ditinho, isso significa que a ação social tende a ganhar cada vez mais força.

“O almoço de Natal da nossa família virou tradição. Cada ano que passa mais pessoas nos procuram. Enquanto Deus permitir e tivermos vida, faremos a ceia. O presente em oferecer esta festa é nosso (da família)”, comemorou.

Dona Cotinha continua supervisionando todo o trabalho e, segundo Ditinho, não gosta de só olhar. Não à toa, toda a família – cerca de 43 pessoas – participa do projeto e colabora todos os anos com a ação. “Minha mãe fica brava se pedimos para que ela descanse. Diz que se sente imprestável. Ela gosta mesmo é de mandar nas panelas”, brinca Ditinho.

O ALMOÇO
As panelas começam a fumegar ainda na noite do dia 24, para que tudo dê certo e a mesa esteja posta às 12h do dia de Natal. O cardápio não muda: arroz, feijão, macarrão sem molho, farofa, carne de panela e frango assado. Para sobremesa, melancia, arroz-doce e o tradicional bolo recheado – no ano passado prepararam 100 quilos. “Em time que está ganhando não se mexe. O cardápio agrada e é uma delícia”, brincou Ditinho. Já o marco da tarde, ao menos para as crianças, é a entrega de brinquedos. A festa será na Emeb (Escola Municipal de Ensino Básico) Professora Maria Therezinha Bessana, na Rua dos Vianas, 2.897, Baeta Neves.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Família Lemes mantém almoço de Natal comunitário há 20 anos

Tradição de fim de ano, ação social espera 5.000 pessoas para refeição

Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

22/12/2018 | 07:00


O tradicional almoço de Natal da família Lemes, no Parque São Bernardo, está confirmado para o dia 25, quando a celebração comemora a sua 20ª edição. A ação social, encabeçada pela matriarca Maria Aparecida do Rosário Lemes, 91 anos, a dona Cotinha, espera receber pelo menos 5.000 pessoas neste ano.

Desde setembro, cerca de 2.000 pessoas colaboraram com doações de mantimentos, que darão vida à ceia, e brinquedos, que fazem a alegria da criançada. A casa da dona Cotinha já é velha conhecida da população da região, até porque há 20 anos a porta da residência fica aberta para receber pessoas interessadas em ajudar no trabalho, que, além do almoço natalino, fornece refeições a moradores de rua e famílias carentes todos os dias.

Filho mais velho de dona Cotinha, Benedito da Silva Lemes, o Ditinho da Congada, 66, comemora o crescimento no número de voluntários para o preparo e a organização do almoço – de 70 para 150 pessoas. Para Ditinho, isso significa que a ação social tende a ganhar cada vez mais força.

“O almoço de Natal da nossa família virou tradição. Cada ano que passa mais pessoas nos procuram. Enquanto Deus permitir e tivermos vida, faremos a ceia. O presente em oferecer esta festa é nosso (da família)”, comemorou.

Dona Cotinha continua supervisionando todo o trabalho e, segundo Ditinho, não gosta de só olhar. Não à toa, toda a família – cerca de 43 pessoas – participa do projeto e colabora todos os anos com a ação. “Minha mãe fica brava se pedimos para que ela descanse. Diz que se sente imprestável. Ela gosta mesmo é de mandar nas panelas”, brinca Ditinho.

O ALMOÇO
As panelas começam a fumegar ainda na noite do dia 24, para que tudo dê certo e a mesa esteja posta às 12h do dia de Natal. O cardápio não muda: arroz, feijão, macarrão sem molho, farofa, carne de panela e frango assado. Para sobremesa, melancia, arroz-doce e o tradicional bolo recheado – no ano passado prepararam 100 quilos. “Em time que está ganhando não se mexe. O cardápio agrada e é uma delícia”, brincou Ditinho. Já o marco da tarde, ao menos para as crianças, é a entrega de brinquedos. A festa será na Emeb (Escola Municipal de Ensino Básico) Professora Maria Therezinha Bessana, na Rua dos Vianas, 2.897, Baeta Neves.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;