Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Região terá mais duas escolas de ensino integral em 2019

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Medida beneficiará 1.200 alunos do Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio de duas unidades estaduais de Santo André


Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

04/12/2018 | 07:00


 A partir do próximo ano, mais duas escolas estaduais da região passarão a funcionar com o modelo de tempo integral – com jornada diária mínima de sete horas – oferecido pelo governo do Estado. Serão contempladas com a medida, ainda no primeiro semestre, a EE Doutor Celso Gama, na Vila Assunção, e EE Valdomiro Silveira, no Jardim Silvana, ambas em Santo André. Aproximadamente 1.200 estudantes do Ensino Fundamental 2 (6º ao 9º ano) e Ensino Médio serão beneficiados.

O PNE (Plano Nacional da Educação) determina que, no mínimo, 50% das escolas públicas e 25% dos alunos sejam contemplados pela medida até 2024. Na região, conforme a Secretaria Estadual da Educação, passará para 39 o número de unidades que oferecem o modelo de ensino no Grande ABC. As escolas estão espalhadas entre Santo André (24, já incluindo as duas novas), São Bernardo (nove), Ribeirão Pires (três), São Caetano (duas) e Mauá (uma).

No modelo de unidade de tempo integral, além de os estudantes cumprirem jornada superior a sete horas diárias, professores contam com direito a remuneração de 75% sobre o salário base.

Já os estudantes se dividem entre as disciplinas da Base Nacional Comum, eletivas, aulas experimentais, projeto de vida, clube juvenil e tutoria. Também dispõem de estrutura física, como laboratórios e refeitórios. No caso das duas novas escolas que aderiram ao projeto, ambas terão até três anos para efetuar as adequações estruturais necessárias.

A promessa é a de que as escolas sejam beneficiadas pela política de fomento do governo federal. Em acordo firmado entre o governo do Estado e o MEC (Ministério da Educação), cada unidade receberá R$ 2.000 extras por aluno/ano.

De acordo com Ariane Aparecida Butrico, dirigente de ensino da região de Santo André, a implantação do modelo permitirá que os alunos de ambas as instituições passem a usufruir ainda mais da estrutura das escolas. “O programa permite que os estudantes criem um sentimento de pertencimento ao espaço escolar, enquanto o docente cria um laço maior com os alunos.”

Segundo ela, um dos diferenciais do modelo de ensino é o projeto de vida desenvolvido para cada estudante. “A cada início de ano, os alunos preenchem um formulário falando sobre seu interesse de carreira. Com base nisso, os docentes trabalham série de atividades para preparar este jovem”, explica. “Para estudantes do Valdomiro Silveira, que carecem de infraestrutura, isso é fundamental para motivar esses alunos.”

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Região terá mais duas escolas de ensino integral em 2019

Medida beneficiará 1.200 alunos do Ensino Fundamental 2 e Ensino Médio de duas unidades estaduais de Santo André

Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

04/12/2018 | 07:00


 A partir do próximo ano, mais duas escolas estaduais da região passarão a funcionar com o modelo de tempo integral – com jornada diária mínima de sete horas – oferecido pelo governo do Estado. Serão contempladas com a medida, ainda no primeiro semestre, a EE Doutor Celso Gama, na Vila Assunção, e EE Valdomiro Silveira, no Jardim Silvana, ambas em Santo André. Aproximadamente 1.200 estudantes do Ensino Fundamental 2 (6º ao 9º ano) e Ensino Médio serão beneficiados.

O PNE (Plano Nacional da Educação) determina que, no mínimo, 50% das escolas públicas e 25% dos alunos sejam contemplados pela medida até 2024. Na região, conforme a Secretaria Estadual da Educação, passará para 39 o número de unidades que oferecem o modelo de ensino no Grande ABC. As escolas estão espalhadas entre Santo André (24, já incluindo as duas novas), São Bernardo (nove), Ribeirão Pires (três), São Caetano (duas) e Mauá (uma).

No modelo de unidade de tempo integral, além de os estudantes cumprirem jornada superior a sete horas diárias, professores contam com direito a remuneração de 75% sobre o salário base.

Já os estudantes se dividem entre as disciplinas da Base Nacional Comum, eletivas, aulas experimentais, projeto de vida, clube juvenil e tutoria. Também dispõem de estrutura física, como laboratórios e refeitórios. No caso das duas novas escolas que aderiram ao projeto, ambas terão até três anos para efetuar as adequações estruturais necessárias.

A promessa é a de que as escolas sejam beneficiadas pela política de fomento do governo federal. Em acordo firmado entre o governo do Estado e o MEC (Ministério da Educação), cada unidade receberá R$ 2.000 extras por aluno/ano.

De acordo com Ariane Aparecida Butrico, dirigente de ensino da região de Santo André, a implantação do modelo permitirá que os alunos de ambas as instituições passem a usufruir ainda mais da estrutura das escolas. “O programa permite que os estudantes criem um sentimento de pertencimento ao espaço escolar, enquanto o docente cria um laço maior com os alunos.”

Segundo ela, um dos diferenciais do modelo de ensino é o projeto de vida desenvolvido para cada estudante. “A cada início de ano, os alunos preenchem um formulário falando sobre seu interesse de carreira. Com base nisso, os docentes trabalham série de atividades para preparar este jovem”, explica. “Para estudantes do Valdomiro Silveira, que carecem de infraestrutura, isso é fundamental para motivar esses alunos.”

 

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;