Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Neymar é 12º e Brasil fica sem jogadores entre os 10 primeiros da Bola de Ouro

Lucas Figueiredo/CBF Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Tradicional premiação mostra que o momento do futebol brasileiro não é mesmo dos melhores



03/12/2018 | 16:33


O anúncio do prêmio Bola de Ouro, realizado nesta segunda-feira, foi decepcionante para os brasileiros. O jogador do País mais bem colocado entre os 30 indicados pela revista France Football foi o atacante Neymar, do Paris Saint-Germain, que, no entanto, apareceu somente na 12.ª colocação.

O tradicional prêmio dado anualmente ao melhor jogador do mundo na votação da revista mostrou que o momento do futebol brasileiro não é mesmo dos melhores. Afinal, esta foi a primeira vez que o País não teve representantes entre os dez primeiros desde 2012, quando o próprio Neymar, ainda no Santos, apareceu em 13.º.

O atacante, aliás, é o símbolo do momento vivido pelo Brasil em 2018. Ele sofreu com lesões no primeiro semestre do ano e não jogou o que dele se esperava na Copa do Mundo da Rússia, em que a seleção de Tite não passou das quartas de final, caindo para a Bélgica.

Os outros três brasileiros lembrados entre os 30 finalistas do Bola de Ouro, aliás, também estavam com a seleção na Copa da Rússia. Depois de Neymar, quem apareceu com a melhor colocação foi o atacante Roberto Firmino, reserva do Brasil no Mundial, que se destacou na campanha do vice-campeonato da Liga dos Campeões pelo Liverpool e ficou com o 19.º lugar do prêmio.

Outro jogador do Liverpool lembrado pela premiação foi o goleiro Alisson, que começou 2018 na Roma e se transferiu no meio do ano. Titular da seleção na Copa do Mundo, ele ficou com a 25.ª colocação, três abaixo de Marcelo, do Real Madrid, que foi o 22.º após ajudar sua equipe na conquista de mais uma Liga dos Campeões, mas também decepcionar na Copa, em que sofreu com problemas físicos.

O Brasil conquistou o Bola de Ouro em cinco oportunidades. O prêmio, que antigamente era entregue apenas a jogadores europeus, ficou com Ronaldo em 1997 e 2002, com Rivaldo, em 1999, com Ronaldinho Gaúcho, em 2005, e com Kaká, em 2007. Além deles, Roberto Carlos e Neymar já ficaram entre os três finalistas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Neymar é 12º e Brasil fica sem jogadores entre os 10 primeiros da Bola de Ouro

Tradicional premiação mostra que o momento do futebol brasileiro não é mesmo dos melhores

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, acesse com:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;