Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Mauá construirá galeria para evitar enchente com dez anos de atraso

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Medida para ampliar escoamento de água pluvial do piscinão central é contrapartida pelo Rodoanel Sul


Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

03/12/2018 | 07:00


 Compromisso firmado em 2008 em convênio entre a Prefeitura de Mauá junto à Dersa (Departamento Rodoviário S/A) para medidas compensatórias pela construção do trecho Sul do Rodoanel Mário Covas, a implantação de galeria que ligará o piscinão central do município ao Rio Tamanduateí, está previsto para sair do papel no próximo ano, com uma década de atraso. A obra antienchente tem proposta de minimCompromisso firmado em 2008 em convênio entre a Prefeitura de Mauá junto à Dersa (Departamento Rodoviário S/A) para medidas compensatórias pela construção do trecho Sul do Rodoanel Mário Covas, a implantação de galeria que ligará o piscinão central do município ao Rio Tamanduateí, está previsto para sair do papel no próximo ano, com uma década de atraso. A obra antienchente tem proposta de minimizar os impactos das fortes chuvas na área, onde alagamentos são observados rotineiramente.

A administração municipal, comandada pelo prefeito Atila Jacomussi (PSB), afirma estar em tratativas finais junto à CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), uma das envolvidas no processo, para dar início à construção do ramal no primeiro semestre do próximo ano. Orçado em R$ 2,5 milhões, o projeto será viabilizado com recursos do próprio governo do Estado, sem custos adicionais aos cofres mauaenses. A ideia é que a galeria seja construída embaixo da ramal ferroviário da Linha 10 – Turquesa da CPTM.

Embora esteja localizada em trecho próximo ao piscinão do Paço, a Avenida João Ramalho é frequentemente atingida por enchentes. Em março deste ano, durante forte tempestade, a via que dá acesso à cidade foi completamente inundada pela água (veja foto em destaque ao lado).

De acordo com a Prefeitura, o piscinão não terá aumento de sua capacidade, mas, ao fim da obra, a área de escoamento da água das chuvas em direção ao Rio Tamanduateí será maior.

No momento, a CPTM diz analisar o projeto revisado de construção da galeria entregue pela Prefeitura de Mauá no início deste mês. Este processo é obrigatório, tendo em vista que a obra passará embaixo dos trilhos da companhia. A previsão é a de que a equipe técnica da companhia estadual entregue a análise do documento até o fim deste ano. Se o projeto for aprovado, o município poderá dar sequência aos trâmites de contratação da empresa responsável pelos trabalhos já nos primeiros meses de 2019.

Conforme a Prefeitura de Mauá, a intervenção integra série de ações adotadas pelo município para evitar transtornos durante o período de chuvas de verão. Além deste projeto, o município tem trabalhado para o aumento da vazão dos rios, limpeza de piscinões e bocas de lobo e promovido a abertura de drenagem em diversos pontos da cidade como Rio Tamanduateí e Córrego Taboão.

PERDAS

Nos últimos três anos, Mauá registrou morte de duas pessoas em decorrência das fortes chuvas de verão. A primeira delas foi em janeiro de 2016, quando o operador de máquinas Willians Florentino Sanchez, 32 anos, veio a óbito após ser surpreendido pelo transbordamento do piscinão do Paço de Mauá, que o arrastou até a região do bairro Capuava, onde o corpo dele foi encontrado.

A segunda vítima foi registrada no dia 1º de janeiro deste ano, quando André Najas Almeida dos Santos, 10, morreu após deslizamento de terra atingir sua residência no Jardim Kennedy, área próxima ao Jardim Zaíra.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mauá construirá galeria para evitar enchente com dez anos de atraso

Medida para ampliar escoamento de água pluvial do piscinão central é contrapartida pelo Rodoanel Sul

Daniel Macário
Do Diário do Grande ABC

03/12/2018 | 07:00


 Compromisso firmado em 2008 em convênio entre a Prefeitura de Mauá junto à Dersa (Departamento Rodoviário S/A) para medidas compensatórias pela construção do trecho Sul do Rodoanel Mário Covas, a implantação de galeria que ligará o piscinão central do município ao Rio Tamanduateí, está previsto para sair do papel no próximo ano, com uma década de atraso. A obra antienchente tem proposta de minimCompromisso firmado em 2008 em convênio entre a Prefeitura de Mauá junto à Dersa (Departamento Rodoviário S/A) para medidas compensatórias pela construção do trecho Sul do Rodoanel Mário Covas, a implantação de galeria que ligará o piscinão central do município ao Rio Tamanduateí, está previsto para sair do papel no próximo ano, com uma década de atraso. A obra antienchente tem proposta de minimizar os impactos das fortes chuvas na área, onde alagamentos são observados rotineiramente.

A administração municipal, comandada pelo prefeito Atila Jacomussi (PSB), afirma estar em tratativas finais junto à CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), uma das envolvidas no processo, para dar início à construção do ramal no primeiro semestre do próximo ano. Orçado em R$ 2,5 milhões, o projeto será viabilizado com recursos do próprio governo do Estado, sem custos adicionais aos cofres mauaenses. A ideia é que a galeria seja construída embaixo da ramal ferroviário da Linha 10 – Turquesa da CPTM.

Embora esteja localizada em trecho próximo ao piscinão do Paço, a Avenida João Ramalho é frequentemente atingida por enchentes. Em março deste ano, durante forte tempestade, a via que dá acesso à cidade foi completamente inundada pela água (veja foto em destaque ao lado).

De acordo com a Prefeitura, o piscinão não terá aumento de sua capacidade, mas, ao fim da obra, a área de escoamento da água das chuvas em direção ao Rio Tamanduateí será maior.

No momento, a CPTM diz analisar o projeto revisado de construção da galeria entregue pela Prefeitura de Mauá no início deste mês. Este processo é obrigatório, tendo em vista que a obra passará embaixo dos trilhos da companhia. A previsão é a de que a equipe técnica da companhia estadual entregue a análise do documento até o fim deste ano. Se o projeto for aprovado, o município poderá dar sequência aos trâmites de contratação da empresa responsável pelos trabalhos já nos primeiros meses de 2019.

Conforme a Prefeitura de Mauá, a intervenção integra série de ações adotadas pelo município para evitar transtornos durante o período de chuvas de verão. Além deste projeto, o município tem trabalhado para o aumento da vazão dos rios, limpeza de piscinões e bocas de lobo e promovido a abertura de drenagem em diversos pontos da cidade como Rio Tamanduateí e Córrego Taboão.

PERDAS

Nos últimos três anos, Mauá registrou morte de duas pessoas em decorrência das fortes chuvas de verão. A primeira delas foi em janeiro de 2016, quando o operador de máquinas Willians Florentino Sanchez, 32 anos, veio a óbito após ser surpreendido pelo transbordamento do piscinão do Paço de Mauá, que o arrastou até a região do bairro Capuava, onde o corpo dele foi encontrado.

A segunda vítima foi registrada no dia 1º de janeiro deste ano, quando André Najas Almeida dos Santos, 10, morreu após deslizamento de terra atingir sua residência no Jardim Kennedy, área próxima ao Jardim Zaíra.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;