Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Empresas reduzem custos com impressão


Mariana Oliveira
Do Diário do Grande ABC

28/08/2005 | 08:46


Diminuir custos para aumentar a competitividade. Com esse objetivo, empresas do Grande ABC têm investido em terceirização ou centralização dos serviços de impressão de documentos. O Grupo Rhodia, que atua nos ramos químico e têxtil em Santo André e São Bernardo, imprime 1 milhão de cópias por mês e já reduziu os gastos em 44% após dois anos da implantação do programa. Já a Elevadores Otis, com sede em São Bernardo, diminuiu os custos em 50% após seis meses e espera reduzir mais 20%.

A terceirização dos serviços de impressão ou a centralização da atividade em um único departamento pode proporcionar custos até 70% inferiores com papel, tinta e cartucho em uma empresa em poucos meses, de acordo com o consultor empresarial especializado em tecnologia da informação Ângelo Gaiarsa, presidente da Gaiarsa & Associados, de Santo André. Segundo ele, dependendo do porte da empresa, com implantação de ações a redução nos gastos varia entre 40% e 70%.

Para grandes empresas, que têm número elevado de impressoras e funcionários, a diferença pode ser considerável. Se ela gastar R$ 5 mil com impressões no mês, a economia anual é de pelo menos R$ 24 mil. Já para uma microempresa que gasta, por exemplo, R$ 500 mensais com impressões, a economia chega a R$ 2,4 mil ao ano.

A terceirização permite que a empresa não se preocupe em controlar. O método é denominado outsourcing de impressão e consiste no pagamento de aluguel da impressora; de cada impressão realizada, em alguns casos, paga-se apenas o valor de cada cópia.

No caso da centralização do trabalho, a empresa pode concentrar as impressões em uma única máquina, o que tira a ociosidade das demais - é quase impossível um equipamento que seja só de uma pessoa funcionar durante o dia todo, segundo Gaiarsa - e inibe os funcionários de tirarem cópias sem necessidade.

\r\n

A Elevadores Otis economizou R$ 50 mil nos seis primeiros \r\nmeses deste ano com utilização de papéis reciclados - 50% a menos do que \r\nutilizaria sem o projeto iniciado em janeiro - e espera reduzir os custos em \r\nmais 20% com a centralização dos serviços de impressão, que deve ocorrer ainda \r\nneste mês. Em um ano, a Otis utiliza 2,9 milhões de folhas.

\r\n

Segundo o coordenador do setor de Informática da Otis, \r\nFábio Gomes da Silva, o número de impressoras será reduzido em 65,8% - de 117 \r\npara 40. A empresa não definiu se vai centralizar ou terceirizar.

\r\n

 

\r\n

 

\r\n

Tecnocomp conquista mais clientes

\r\n

Mariana Oliveira<br>Do Diário do Grande \r\nABC

\r\n

A Tecnocomp - empresa de São Bernardo especializada em \r\ntecnologia da informação - presta serviços de terceirização em impressões e \r\ndobrou o número de clientes no segmento nos últimos 12 meses, de acordo com o \r\ngerente comercial da empresa, Ricardo Perdigão Nunes. Para ele, isso acontece \r\nporque as empresas estão começando a perceber a importância da redução de \r\ncustos.

\r\n

"Com a terceirização, a empresa não gasta com manutenção. \r\nAlém disso, o sistema inibe o funcionário de tirar cópias desnecessárias, já que \r\né possível controlar. O empresário pode ainda vender as impressoras antigas e \r\ninvestir em outras coisas", avalia Nunes.",1]);//-->

A Rhodia iniciou o projeto porque, de acordo com o gerente de Operações de Informática para a América Latina, José Carlos Oetere, as impressoras da empresa estavam ultrapassadas e exigindo gasto elevado com manutenção. As 400 impressoras que a Rhodia utiliza foram reduzidas para um centro de impressões em cada unidade. "Fizemos levantamento de quanto gastávamos e percebemos que seria melhor terceirizar. A parte mais difícil desse projeto é a mudança de cultura entre os próprios funcionários."

A Elevadores Otis economizou R$ 50 mil nos seis primeiros meses deste ano com utilização de papéis reciclados - 50% a menos do que utilizaria sem o projeto iniciado em janeiro - e espera reduzir os custos em mais 20% com a centralização dos serviços de impressão, que deve ocorrer ainda neste mês. Em um ano, a Otis utiliza 2,9 milhões de folhas.

Segundo o coordenador do setor de Informática da Otis, Fábio Gomes da Silva, o número de impressoras será reduzido em 65,8% - de 117 para 40. A empresa não definiu se vai centralizar ou terceirizar.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;