Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

São Bernardo confirma segunda morte por causa da chuva

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Temporal de duas horas causa morte de duas pessoas, desabamento e queda de árvores


Bia Moço
Do Diário do Grande ABC

24/11/2018 | 07:00


Duas horas. Esse foi o tempo necessário para que o temporal da tarde de ontem deixasse rastro de destruição pelo Grande ABC. Além da morte de um homem, confirmada ainda ontem, a Prefeitura de São Bernardo confirmou o óbito de uma mulher na manhã deste sábado. Sendo assim, são três mortes em decorrência da chuva esse ano – em 1º de janeiro garoto de 10 anos morreu em Mauá –, ao todo, foram registrados 117 pontos de alagamento, queda de pelo menos 30 árvores e o desabamento de uma casa em Mauá.

As vítimas fatais foram identificadas como Maria Luzinete de Andrade, 63 anos e Marcelo Silva, 42. Conforme a Prefeitura, Maria chegou a ser socorrida junto de sua neta, mas não resistiu. A neta segue internada em estado grave no Hospital Pronto-Socorro Central após afogamento. Marcelo Silva deixa uma filha adolescente.

Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema e Mauá foram as cidades mais afetadas. O município andreense registrou 94 milímetros de chuva e São Bernardo, 45 milímetros, volume quatro vezes maior do que o esperado para o dia. Mauá contabilizou 72 milímetros de água e em Ribeirão Pires choveu 11,5 milímetros.

Como de costume, carros ficaram ilhados e houve congestionamentos nas principais vias da região. Queda de energia em diversos pontos e semáforos desligados complementaram os transtornos. A circulação dos trens da Linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) também foi afetada, inclusive com a liberação das catracas para os passageiros à noite. Embora a chuva tenha caído entre 16h e 18h, o reflexo perdurou até por volta das 21h.

A Avenida Capitão Mário Toledo de Camargo, em Santo André, foi um dos pontos mais afetados. Foi ali que motociclista precisou ser resgatado por três homens, enquanto a correnteza o puxava para dentro do Córrego Guarará. Na Avenida dos Estados, bairro Santa Terezinha, um homem, uma mulher e uma criança foram resgatados de um caminhão pelos bombeiros via helicóptero.

São Bernardo registrou alagamentos principalmente na região central, nas ruas Jurubatuba, Marechal Deodoro e proximidades do Paço. Em Diadema, bairros como Canhema e Centro foram tomados por água.

Em Mauá, foram contabilizados 26 pontos de alagamento, sendo os mais complicados na Avenida João Ramalho, onde houve transbordamento do piscinão. Uma casa na Rua Pinho, no Jardim Ipê, desabou.

São Caetano teve problemas na Estrada das Lágrimas, trecho da Avenida dos Estados, além de alagamento nos bairros Fundação e Prosperidade.

As cidades de Ribeirão Pires e Rio Grande não apresentaram transtornos.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;