Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Cotidiano em forma de poesia

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Escritora Paula Valéria faz lançamento hoje, em Santo André, da obra ‘Amores, Líquidos e Cenas’


Tauana Marin

24/11/2018 | 07:00


Poesia à flor da pele e para todos. “Busco inspirações na vida urbana, louca, breve, com longevidade, com diversidades, nas vivências e observações. Na escuta e na fala. No que pulsa e quer sair na palavra.” Essa é a definição que a escritora Paula Valéria Andrade, 51 anos, dá ao seu livro ''''''''Amores, Líquidos e Cenas'''''''' (Editora Laranja Original, 128 páginas, R$ 40, em média). O exemplar, com 80 poesias (dez delas com versão em inglês), tem lançamento marcado para hoje, das 11h às 13h, na Alpharrabio Livraria e Editora (Rua Eduardo Monteiro, 151. Tel.: 4438-4358), em Santo André.

A obra nasceu de compilação de textos escritos entre 2009 e 2016. “Uma mistura de poesia, filosofia e cinema com temática pessoal e inspirada nas minhas experiências. Do título, Amores se refere à poesia, à percepção perante o universo de outros autores e às fusões de vivências íntimas e amorosas. Líquidos traz na palavra a simbologia plena da filosofia de Zygmunt Bauman, na qual, para ele, vivemos tempos líquidos. E Cenas são referências, retratos, fotografias, sombras, contornos e imagens das vivências das relações. Traz meu lado de diretora de arte de cinema e audiovisual”, explica Paula Valéria.

Cada poema conta com ilustrações feitas pelos artistas visuais Guto Lacaz, Bete Nobrega, Celso Gitahy e Simone Siss. A caricatura é assinada por Paulo Caruso e a fotografia é de Marcelo Navarro. O projeto gráfico é de Guto Lacaz. “Fiz homenagem ao poeta, ao concretismo, toda poesia visual que me encanta e ao Caetano Veloso.”

Nascida no Rio de Janeiro, a autora – que vive em São Paulo e está de mudança para Santo André nos próximos meses –, além de poeta e escritora, leciona no curso de pós-graduação no Centro Universitário Belas Artes de São Paulo e é diretora de arte (desenhista industrial). No currículo ela conta com 25 obras publicadas, entre poesias, contos, prosas, antologias, livros didáticos e obras infantis. Destaque para o Prêmio Jabuti de melhor produção editorial em 1989, com o projeto Muzzy, e o primeiro lugar na categoria literatura infantil do concurso internacional da Associação Cultural Internacional da Itália, em 2016.
“São 30 anos de carreira este ano. Comecei aos 21, escrevi em sites e blogs desde 1998 e fui colunista e editora sobre artes visuais, teatro e literatura”, revela Paula Valéria. “A poesia pode ser tudo. Ela habita tudo. A poesia é”, define.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;