Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 17 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Como evitar a perda de oportunidades


Maria Sartori
gerente sênior da empresa de recrutamento Robert Half

20/11/2018 | 07:24


Todo profissional interessado em se movimentar na carreira ou conseguir recolocação tem como meta atrair a atenção de um recrutador. A questão é que, alguns, após esse árduo caminho, simplesmente perdem a oportunidade por cometer erros, aparentemente bobos, que tendem a causar péssima impressão em quem está selecionando. Listei abaixo cinco boas práticas que podem ajudar nesses momentos tão importantes:

1 – Mostre-se disponível – Em geral, diante de uma vaga a ser preenchida, um recrutador dispõe de muitos currículos em mãos e pouco tempo para se decidir. Então, se você receber uma ligação de oportunidade de emprego e estiver em um local inapropriado, tente se deslocar para um ambiente mais tranquilo ou, no máximo, peça alguns minutos para retornar a ligação. Também evite alterar a data da entrevista em virtude do rodízio do veículo ou atribuir atrasos ao trânsito.

2 – Tenha em mente um discurso objetivo – Essa ligação inicial não deve demorar mais do que cinco minutos. O recrutador espera entender seu momento atual de carreira, o que busca na nova oportunidade de trabalho, qual é o seu pacote de remuneração atual, se tem uma pretensão salarial e se a vaga oferecida faz algum sentido dentro do seu plano de carreira.

3 – Tenha justificativas para a movimentação e o salário pretendido – Não há problema em querer sair da empresa onde está e de querer um salário maior para isso. Porém, é importante que a movimentação faça parte de um plano de carreira e que a remuneração tenha como base justificativas que incluam suas qualificações, capacidade de execução das atividades e qualidade dos resultados apresentados.

4 – Avise a família que está em busca de novas oportunidades – Se incluir telefones de recado no currículo, informe as pessoas sobre a possibilidade da ligação. É muito desagradável quando um recrutador se depara com alguém que desconfia da veracidade do contato.

5 – Prepare-se para a entrevista presencial – Estude a vaga, a empresa, o setor e, se possível, o currículo do recrutador. Isso dará segurança para estabelecer uma conversa durante a entrevista presencial. Ouça com atenção, mas também faça perguntas. Assim, você evita voltar para casa com dúvidas e, tão ruim quanto, fazendo suposições. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Como evitar a perda de oportunidades

Maria Sartori
gerente sênior da empresa de recrutamento Robert Half

20/11/2018 | 07:24


Todo profissional interessado em se movimentar na carreira ou conseguir recolocação tem como meta atrair a atenção de um recrutador. A questão é que, alguns, após esse árduo caminho, simplesmente perdem a oportunidade por cometer erros, aparentemente bobos, que tendem a causar péssima impressão em quem está selecionando. Listei abaixo cinco boas práticas que podem ajudar nesses momentos tão importantes:

1 – Mostre-se disponível – Em geral, diante de uma vaga a ser preenchida, um recrutador dispõe de muitos currículos em mãos e pouco tempo para se decidir. Então, se você receber uma ligação de oportunidade de emprego e estiver em um local inapropriado, tente se deslocar para um ambiente mais tranquilo ou, no máximo, peça alguns minutos para retornar a ligação. Também evite alterar a data da entrevista em virtude do rodízio do veículo ou atribuir atrasos ao trânsito.

2 – Tenha em mente um discurso objetivo – Essa ligação inicial não deve demorar mais do que cinco minutos. O recrutador espera entender seu momento atual de carreira, o que busca na nova oportunidade de trabalho, qual é o seu pacote de remuneração atual, se tem uma pretensão salarial e se a vaga oferecida faz algum sentido dentro do seu plano de carreira.

3 – Tenha justificativas para a movimentação e o salário pretendido – Não há problema em querer sair da empresa onde está e de querer um salário maior para isso. Porém, é importante que a movimentação faça parte de um plano de carreira e que a remuneração tenha como base justificativas que incluam suas qualificações, capacidade de execução das atividades e qualidade dos resultados apresentados.

4 – Avise a família que está em busca de novas oportunidades – Se incluir telefones de recado no currículo, informe as pessoas sobre a possibilidade da ligação. É muito desagradável quando um recrutador se depara com alguém que desconfia da veracidade do contato.

5 – Prepare-se para a entrevista presencial – Estude a vaga, a empresa, o setor e, se possível, o currículo do recrutador. Isso dará segurança para estabelecer uma conversa durante a entrevista presencial. Ouça com atenção, mas também faça perguntas. Assim, você evita voltar para casa com dúvidas e, tão ruim quanto, fazendo suposições. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;