Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Suco de uva previne contra infarto, diz pesquisa


Luciana Sereno
Do Diário do Grande ABC

21/06/2003 | 17:25


Suco de uva evita problemas no coração. A exemplo do vinho, o suco tem efeito vasodilatador, conforme constatou uma pesquisa da médica cardiologista do Incor (Instituto do Coração), da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), Silmara Regina Coimbra. A vantagem do suco sobre o vinho está relacionada ao teor alcoólico.

Os estudos realizados pela médica com 31 pacientes com alto nível de colesterol comprovaram que o suco de uva age sobre a camada que forra internamente os vasos sangüíneos, o que garante o aumento da sua dilatação. É nessa camada que as placas de gordura se alojam e acabam por comprometer a circulação, podendo até mesmo provocar infarto do miocárdio. “A conclusão da pesquisa é que o suco de uva pode proteger o paciente contra a doença arterial coronária, com a diferença de não colocar o paciente à mercê dos riscos associados ao consumo do álcool.”

Metodologia – Para desenvolver o estudo, os pacientes foram divididos em dois grupos. O primeiro – de 15 pessoas – consumiu diariamente, durante sete dias, 500 ml de suco de uva. O procedimento foi repetido, com a mesma dosagem, mas com vinho tinto, após o intervalo de sete dias.

As outras 16 pessoas foram analisadas por um período maior. Foram 14 dias de consumo de vinho e outros 14 dias de suco de uva. Neste grupo, o intervalo também foi de 14 dias. O resultado da pesquisa no segundo grupo de pacientes apontou aumento da dilatação dos vasos. Isso tanto no consumo de vinho tinto quanto no de suco de uva. “Com sete dias não tiveram alteração. A não-formação das placas foi observada apenas com o consumo mais prolongado.”

De acordo com a cardiologista, mediante os dados comprovados, conclui-se que a tradição de beber um cálice de vinho tinto a cada refeição para prevenção contra doenças do coração não está associada ao álcool, mas sim a outras substâncias. “Isso significa que quem quer reduzir os riscos de problemas coronários pode substituir o vinho pelo suco de uva.”

Com isso, a prevenção se estende agora inclusive para pessoas que sofrem de pressão arterial alta e diabéticos, cujo consumo de bebida alcoólica não é recomendado. A recomendação da médica para quem deseja aderir ao suco de uva como técnica preventiva é um copo de 150 ml a cada refeição. “É bom saber que faz bem para o coração porque adoro tudo o que é feito com uva e não gosto de bebida alcoólica”, disse a estudante Cláudia Lima, 17 anos, de Santo André. Ela, a irmã Ana e a amiga Arly Souza não sabiam que o suco de uva tem o mesmo efeito do vinho para evitar problemas cardíacos.

Vinho – O consumo de um cálice de vinho tinto durante as refeições para se prevenir contra doenças do coração é tradição há pelo menos uma década. Os estudos começaram na França, uma vez que no país, apesar do alto índice de consumo de gordura, há baixa incidência de problemas coronários. “Pelo hábito de consumirem vinho.”

O consumo da bebida – quando moderado – aumenta o nível do chamado colesterol bom. Restava saber se o efeito benéfico tinha relação com o álcool ou com a quantidade de flavonóides – substância encontrada na casca da uva e também em alimentos como cebola, maçã e tomate. De acordo com especialistas, a substância protege o coração dos efeitos adversos da gordura por ser antioxidante.

“Tenho tanto vinho em casa e não sabia que era bom para o coração”, disse o aposentado Paulo Bassanello, de Santo André. Com problemas de coração – duas veias entupidas –, o aposentado de 68 anos ficou satisfeito em saber que pode prevenir-se com o consumo do suco de uva. “Não gosto muito de vinho, mas agora vou aderir ao suco todos os dias.”

Já a dona de casa Aparecida Maria da Fonte, 49 anos, traz da tradição familiar o hábito de beber um copo de vinho no jantar. Na família, de origem espanhola, a média de vida é de 86 anos. “Não tenho conhecimento de nenhum parente que tenha sofrido de problemas do coração.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Suco de uva previne contra infarto, diz pesquisa

Luciana Sereno
Do Diário do Grande ABC

21/06/2003 | 17:25


Suco de uva evita problemas no coração. A exemplo do vinho, o suco tem efeito vasodilatador, conforme constatou uma pesquisa da médica cardiologista do Incor (Instituto do Coração), da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), Silmara Regina Coimbra. A vantagem do suco sobre o vinho está relacionada ao teor alcoólico.

Os estudos realizados pela médica com 31 pacientes com alto nível de colesterol comprovaram que o suco de uva age sobre a camada que forra internamente os vasos sangüíneos, o que garante o aumento da sua dilatação. É nessa camada que as placas de gordura se alojam e acabam por comprometer a circulação, podendo até mesmo provocar infarto do miocárdio. “A conclusão da pesquisa é que o suco de uva pode proteger o paciente contra a doença arterial coronária, com a diferença de não colocar o paciente à mercê dos riscos associados ao consumo do álcool.”

Metodologia – Para desenvolver o estudo, os pacientes foram divididos em dois grupos. O primeiro – de 15 pessoas – consumiu diariamente, durante sete dias, 500 ml de suco de uva. O procedimento foi repetido, com a mesma dosagem, mas com vinho tinto, após o intervalo de sete dias.

As outras 16 pessoas foram analisadas por um período maior. Foram 14 dias de consumo de vinho e outros 14 dias de suco de uva. Neste grupo, o intervalo também foi de 14 dias. O resultado da pesquisa no segundo grupo de pacientes apontou aumento da dilatação dos vasos. Isso tanto no consumo de vinho tinto quanto no de suco de uva. “Com sete dias não tiveram alteração. A não-formação das placas foi observada apenas com o consumo mais prolongado.”

De acordo com a cardiologista, mediante os dados comprovados, conclui-se que a tradição de beber um cálice de vinho tinto a cada refeição para prevenção contra doenças do coração não está associada ao álcool, mas sim a outras substâncias. “Isso significa que quem quer reduzir os riscos de problemas coronários pode substituir o vinho pelo suco de uva.”

Com isso, a prevenção se estende agora inclusive para pessoas que sofrem de pressão arterial alta e diabéticos, cujo consumo de bebida alcoólica não é recomendado. A recomendação da médica para quem deseja aderir ao suco de uva como técnica preventiva é um copo de 150 ml a cada refeição. “É bom saber que faz bem para o coração porque adoro tudo o que é feito com uva e não gosto de bebida alcoólica”, disse a estudante Cláudia Lima, 17 anos, de Santo André. Ela, a irmã Ana e a amiga Arly Souza não sabiam que o suco de uva tem o mesmo efeito do vinho para evitar problemas cardíacos.

Vinho – O consumo de um cálice de vinho tinto durante as refeições para se prevenir contra doenças do coração é tradição há pelo menos uma década. Os estudos começaram na França, uma vez que no país, apesar do alto índice de consumo de gordura, há baixa incidência de problemas coronários. “Pelo hábito de consumirem vinho.”

O consumo da bebida – quando moderado – aumenta o nível do chamado colesterol bom. Restava saber se o efeito benéfico tinha relação com o álcool ou com a quantidade de flavonóides – substância encontrada na casca da uva e também em alimentos como cebola, maçã e tomate. De acordo com especialistas, a substância protege o coração dos efeitos adversos da gordura por ser antioxidante.

“Tenho tanto vinho em casa e não sabia que era bom para o coração”, disse o aposentado Paulo Bassanello, de Santo André. Com problemas de coração – duas veias entupidas –, o aposentado de 68 anos ficou satisfeito em saber que pode prevenir-se com o consumo do suco de uva. “Não gosto muito de vinho, mas agora vou aderir ao suco todos os dias.”

Já a dona de casa Aparecida Maria da Fonte, 49 anos, traz da tradição familiar o hábito de beber um copo de vinho no jantar. Na família, de origem espanhola, a média de vida é de 86 anos. “Não tenho conhecimento de nenhum parente que tenha sofrido de problemas do coração.”

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;