Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 14 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Jucá: MDB quer Presidência do Senado e não conversará com Bolsonaro sobre cargos

Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


07/11/2018 | 12:43


O presidente nacional do MDB, senador Romero Jucá (RR), afirmou nesta quarta-feira, 7, que o partido quer manter a presidência do Senado, hoje ocupada por Eunício Oliveira (MDB-CE). Renan Calheiros (MDB-AL), no entanto, é um dos cotados para disputar a vaga. Pelo Twitter, Jucá afirmou, porém, que o nome será definido após meados de janeiro.

"MDB será a maior bancada do Senado e vamos trabalhar para fazer o próximo presidente da Casa. Não seremos caudatário de ninguém", escreveu Jucá pelo Twitter. "O partido não terá definição de nome para a presidência do Senado até meados de janeiro, mas queremos manter a presidência do Senado. Mas isso (o nome) ainda será definido. Não é agora", completou.

Além disso, o senador declarou que o MDB não está conversando com o novo governo e que não pretende conversar com o presidente eleito, Jair Bolsonaro, sobre cargos. Na terça-feira, 6, Renan Calheiros evitou dizer se será oposição ou não e fez acenos a Bolsonaro dizendo que pode colaborar em questões de economia no novo governo.

"O partido não está conversando com o novo governo, não vai conversar com o novo governo sobre cargos. O MDB vai se posicionar pela democracia, pelas liberdades individuais e coletivas", finalizou Jucá.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jucá: MDB quer Presidência do Senado e não conversará com Bolsonaro sobre cargos


07/11/2018 | 12:43


O presidente nacional do MDB, senador Romero Jucá (RR), afirmou nesta quarta-feira, 7, que o partido quer manter a presidência do Senado, hoje ocupada por Eunício Oliveira (MDB-CE). Renan Calheiros (MDB-AL), no entanto, é um dos cotados para disputar a vaga. Pelo Twitter, Jucá afirmou, porém, que o nome será definido após meados de janeiro.

"MDB será a maior bancada do Senado e vamos trabalhar para fazer o próximo presidente da Casa. Não seremos caudatário de ninguém", escreveu Jucá pelo Twitter. "O partido não terá definição de nome para a presidência do Senado até meados de janeiro, mas queremos manter a presidência do Senado. Mas isso (o nome) ainda será definido. Não é agora", completou.

Além disso, o senador declarou que o MDB não está conversando com o novo governo e que não pretende conversar com o presidente eleito, Jair Bolsonaro, sobre cargos. Na terça-feira, 6, Renan Calheiros evitou dizer se será oposição ou não e fez acenos a Bolsonaro dizendo que pode colaborar em questões de economia no novo governo.

"O partido não está conversando com o novo governo, não vai conversar com o novo governo sobre cargos. O MDB vai se posicionar pela democracia, pelas liberdades individuais e coletivas", finalizou Jucá.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;