Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Entrevista de Emprego


Isis Borge
gerente da empresa de recrutamento Robert Half

06/11/2018 | 07:20


Infelizmente, não é raro encontrar profissionais com bons currículos, que se esforçam muito para atrair a atenção de um empregador, mas acabam perdendo a oportunidade por não aproveitarem o momento da entrevista. Por essa razão, gostaria de listar cinco orientações para esse momento tão importante.

1 – Vista-se adequadamente – você deve se vestir de acordo com o perfil do cargo e da empresa, sempre priorizando a discrição e o bom-senso. Não é necessário usar terno e gravata se esse traje não vai ser exigido no dia a dia. Mas, para cargos de direção ou do departamento financeiro, por exemplo, é sempre esperado algo mais formal. Na dúvida, opte por roupas mais clássicas, com cores neutras. Evite o excesso de perfumes, que podem causar desconforto no recrutador. As mulheres devem tomar cuidado também com maquiagens muito exageradas, decotes, roupas curtas e esmaltes com cores chamativas.

2 – Seja pontual – prefira chegar à entrevista com antecedência. Assim, você terá um tempo para se recompor do trajeto, tomar uma água e organizar melhor as ideias, antes do bate-papo. Ao encontrar o recrutador, cumprimente-o com um aperto de mão firme e olhe-o nos olhos durante o diálogo. Se a vaga realmente te interessa, demonstre o entusiasmo. Empregadores adoram profissionais com o chamado ‘brilho nos olhos’.

3 – Prepare-se para a entrevista em inglês – se a vaga exige fluência em inglês, é quase certo que o recrutador irá testar a habilidade no momento da entrevista e, por essa razão, deve-se sempre dizer a verdade sobre o nível de idioma no currículo. Não é bem-visto melhorar e depois ser desmentido em uma entrevista. O objetivo dele será entender sua capacidade de se expressar com clareza e de maneira fluída. Para treinar, releia seu currículo em inglês e imagine como contaria sua trajetória profissional no idioma. Sugiro consultar os termos técnicos utilizados no mercado em questão. Se achar válido, contrate a ajuda de um professor particular especialmente para esse treino.

4 – Faça perguntas ao recrutador – aproveite o momento da entrevista para tirar dúvidas sobre a empresa e os desafios do cargo para o qual está concorrendo. Além de demonstrar interesse na vaga, você ainda terá mais informações para decidir se deseja ou não seguir no processo seletivo. Será mais seguro iniciar essa conversa se você tiver em mente informações sobre a empresa, o negócio, o mercado e o recrutador. Não saia da entrevista com dúvidas – mas só aborde a questão salarial se o recrutador te questionar, pois no momento certo a empresa abordará esse tema.

5 – Não fale mal do antigo empregador – independentemente do motivo da sua saída da antiga empresa, evite falar mal do empregador ou dos seus pares. Seja sincero, mas discreto. Caso tenha passado por demissão, procure focar na autoanálise que fez após o desligamento, nas lições que aprendeu na empresa, nas suas melhores contribuições e no que poderia ter feito diferente. Entender os pontos de melhoria e mostrar ações práticas para a evolução são pontos positivos na entrevista de emprego.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Entrevista de Emprego

Isis Borge
gerente da empresa de recrutamento Robert Half

06/11/2018 | 07:20


Infelizmente, não é raro encontrar profissionais com bons currículos, que se esforçam muito para atrair a atenção de um empregador, mas acabam perdendo a oportunidade por não aproveitarem o momento da entrevista. Por essa razão, gostaria de listar cinco orientações para esse momento tão importante.

1 – Vista-se adequadamente – você deve se vestir de acordo com o perfil do cargo e da empresa, sempre priorizando a discrição e o bom-senso. Não é necessário usar terno e gravata se esse traje não vai ser exigido no dia a dia. Mas, para cargos de direção ou do departamento financeiro, por exemplo, é sempre esperado algo mais formal. Na dúvida, opte por roupas mais clássicas, com cores neutras. Evite o excesso de perfumes, que podem causar desconforto no recrutador. As mulheres devem tomar cuidado também com maquiagens muito exageradas, decotes, roupas curtas e esmaltes com cores chamativas.

2 – Seja pontual – prefira chegar à entrevista com antecedência. Assim, você terá um tempo para se recompor do trajeto, tomar uma água e organizar melhor as ideias, antes do bate-papo. Ao encontrar o recrutador, cumprimente-o com um aperto de mão firme e olhe-o nos olhos durante o diálogo. Se a vaga realmente te interessa, demonstre o entusiasmo. Empregadores adoram profissionais com o chamado ‘brilho nos olhos’.

3 – Prepare-se para a entrevista em inglês – se a vaga exige fluência em inglês, é quase certo que o recrutador irá testar a habilidade no momento da entrevista e, por essa razão, deve-se sempre dizer a verdade sobre o nível de idioma no currículo. Não é bem-visto melhorar e depois ser desmentido em uma entrevista. O objetivo dele será entender sua capacidade de se expressar com clareza e de maneira fluída. Para treinar, releia seu currículo em inglês e imagine como contaria sua trajetória profissional no idioma. Sugiro consultar os termos técnicos utilizados no mercado em questão. Se achar válido, contrate a ajuda de um professor particular especialmente para esse treino.

4 – Faça perguntas ao recrutador – aproveite o momento da entrevista para tirar dúvidas sobre a empresa e os desafios do cargo para o qual está concorrendo. Além de demonstrar interesse na vaga, você ainda terá mais informações para decidir se deseja ou não seguir no processo seletivo. Será mais seguro iniciar essa conversa se você tiver em mente informações sobre a empresa, o negócio, o mercado e o recrutador. Não saia da entrevista com dúvidas – mas só aborde a questão salarial se o recrutador te questionar, pois no momento certo a empresa abordará esse tema.

5 – Não fale mal do antigo empregador – independentemente do motivo da sua saída da antiga empresa, evite falar mal do empregador ou dos seus pares. Seja sincero, mas discreto. Caso tenha passado por demissão, procure focar na autoanálise que fez após o desligamento, nas lições que aprendeu na empresa, nas suas melhores contribuições e no que poderia ter feito diferente. Entender os pontos de melhoria e mostrar ações práticas para a evolução são pontos positivos na entrevista de emprego.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;