Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

S.Caetano planeja expandir cobertura de Saúde da Família

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Meta é contratar 30 agentes comunitários em 2019 e, com isso, atender 90% da população


Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

30/10/2018 | 07:00


A Secretaria de Saúde de São Caetano vai contratar, por meio de concurso público, 30 agentes comunitários de Saúde. De acordo com a titular da pasta, Regina Maura Zetone, o certame para a seleção dos novos profissionais será realizado em 2019. Com a medida, a expectativa da administração é a de que a cobertura do programa Saúde da Família atinja 90% da população, formada por 150,9 mil indivíduos. A estratégia é a porta de entrada do SUS (Sistema Único de Saúde).

“O cargo de agente de Saúde tem uma certa rotatividade e precisamos repor essas vagas. Com esse incremento, devemos aumentar entre 15% a 20% a cobertura do programa Saúde da Família, chegando a quase 90%”, explicou a secretária. Atualmente, São Caetano conta com 28 equipes do programa e 113 agentes de Saúde, que atendem 62,6% da população. “Recentemente aumentamos quatro equipes. Ampliamos também de uma para três as equipes do SAD (Serviço de Atendimento Domiciliar)”, completou Regina.

O anúncio foi feito na manhã de ontem, durante assinatura de ordem de serviço para a reforma da UBS (Unidade Básica de Saúde) Ivanhoé Spósito, no bairro Barcelona. As obras têm previsão de início para a próxima segunda-feira, com prazo de conclusão estimado em 90 dias. Serão investidos R$ 201.907,37 em adequações gerais, como redimensionamento da rede elétrica, instalação de sistema de ar-condicionado e sistema lógico para implementação da informatização dos prontuários.

Segundo o prefeito José Auricchio Junior (PSDB), até o fim do ano, outras oito unidades de Saúde também receberão melhorias. Os investimentos somam cerca de R$ 3,2 milhões, entre recursos do Tesouro e emendas parlamentares. “São reformas estruturais, algumas com mais ou menos quesitos, mas basicamente todas elas no sentido de melhorar o conforto e a qualidade do atendimento”, destacou.

Além do recurso com as reformas, a Prefeitura também investe R$ 4 milhões no sistema de informatização das unidades, além de R$ 2 milhões na aquisição de equipamentos. A expectativa é a de que até dezembro todas as recepções das UBS já estejam informatizadas. Até o fim de 2019, todos os prontuários devem estar inseridos no sistema digital.

Enquanto durar as reformas, os atendimentos serão transferidos para outros equipamentos. No caso da UBS Ivanhoé Spósito, os pacientes serão encaminhados para o Cise (Centro Integrado de Saúde e Educação) João Castaldelli, no bairro Santa Paula. A secretária explicou que em nenhuma das unidades o atendimento será suspenso. “Procuramos sempre um próprio municipal perto de cada equipamento que pudesse receber, de forma adaptada, a unidade de saúde”, pontuou.

HOSPITAL

O prefeito afirmou também que a reforma do Hospital Municipal de Emergências Albert Sabin, no bairro Santa Paula, será concluída em janeiro. Fechado para obras em setembro de 2017, o equipamento tinha prazo de reinauguração previsto para maio. Além da reforma, estimada em R$ 4,7 milhões, também será instalada UPA (Unidade de Pronto Atendimento) anexo ao equipamento. Os valores estão sendo custeados pela USCS (Universidade Municipal de São Caetano) como contrapartida ao uso de equipamentos públicos pelos alunos do curso de Medicina.</CW> As obras estão 90% concluídas, segundo a administração.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

S.Caetano planeja expandir cobertura de Saúde da Família

Meta é contratar 30 agentes comunitários em 2019 e, com isso, atender 90% da população

Aline Melo
Do Diário do Grande ABC

30/10/2018 | 07:00


A Secretaria de Saúde de São Caetano vai contratar, por meio de concurso público, 30 agentes comunitários de Saúde. De acordo com a titular da pasta, Regina Maura Zetone, o certame para a seleção dos novos profissionais será realizado em 2019. Com a medida, a expectativa da administração é a de que a cobertura do programa Saúde da Família atinja 90% da população, formada por 150,9 mil indivíduos. A estratégia é a porta de entrada do SUS (Sistema Único de Saúde).

“O cargo de agente de Saúde tem uma certa rotatividade e precisamos repor essas vagas. Com esse incremento, devemos aumentar entre 15% a 20% a cobertura do programa Saúde da Família, chegando a quase 90%”, explicou a secretária. Atualmente, São Caetano conta com 28 equipes do programa e 113 agentes de Saúde, que atendem 62,6% da população. “Recentemente aumentamos quatro equipes. Ampliamos também de uma para três as equipes do SAD (Serviço de Atendimento Domiciliar)”, completou Regina.

O anúncio foi feito na manhã de ontem, durante assinatura de ordem de serviço para a reforma da UBS (Unidade Básica de Saúde) Ivanhoé Spósito, no bairro Barcelona. As obras têm previsão de início para a próxima segunda-feira, com prazo de conclusão estimado em 90 dias. Serão investidos R$ 201.907,37 em adequações gerais, como redimensionamento da rede elétrica, instalação de sistema de ar-condicionado e sistema lógico para implementação da informatização dos prontuários.

Segundo o prefeito José Auricchio Junior (PSDB), até o fim do ano, outras oito unidades de Saúde também receberão melhorias. Os investimentos somam cerca de R$ 3,2 milhões, entre recursos do Tesouro e emendas parlamentares. “São reformas estruturais, algumas com mais ou menos quesitos, mas basicamente todas elas no sentido de melhorar o conforto e a qualidade do atendimento”, destacou.

Além do recurso com as reformas, a Prefeitura também investe R$ 4 milhões no sistema de informatização das unidades, além de R$ 2 milhões na aquisição de equipamentos. A expectativa é a de que até dezembro todas as recepções das UBS já estejam informatizadas. Até o fim de 2019, todos os prontuários devem estar inseridos no sistema digital.

Enquanto durar as reformas, os atendimentos serão transferidos para outros equipamentos. No caso da UBS Ivanhoé Spósito, os pacientes serão encaminhados para o Cise (Centro Integrado de Saúde e Educação) João Castaldelli, no bairro Santa Paula. A secretária explicou que em nenhuma das unidades o atendimento será suspenso. “Procuramos sempre um próprio municipal perto de cada equipamento que pudesse receber, de forma adaptada, a unidade de saúde”, pontuou.

HOSPITAL

O prefeito afirmou também que a reforma do Hospital Municipal de Emergências Albert Sabin, no bairro Santa Paula, será concluída em janeiro. Fechado para obras em setembro de 2017, o equipamento tinha prazo de reinauguração previsto para maio. Além da reforma, estimada em R$ 4,7 milhões, também será instalada UPA (Unidade de Pronto Atendimento) anexo ao equipamento. Os valores estão sendo custeados pela USCS (Universidade Municipal de São Caetano) como contrapartida ao uso de equipamentos públicos pelos alunos do curso de Medicina.</CW> As obras estão 90% concluídas, segundo a administração.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;