Fechar
Publicidade

Sábado, 14 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Santo André evita se expor em jogo decisivo diante do Red Bull

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Plano é esperar que adversário tome a iniciativa por jogar em casa e apostar na força do contra-ataque


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

20/10/2018 | 07:00


Por mais que precise vencer de qualquer maneira o Red Bull, às 15h de hoje, no Moisés Lucarelli, em Campinas, para se classificar às quartas de final da Copa Paulista, o Santo André não deve partir para cima do Toro Loko desde o começo. A ideia é esperar o adversário tome a iniciativa e contra-atacar, já que o empate também não é bom resultado para os campineiros, que devem sair para o jogo.

Com quatro pontos, o Ramalhão avança se triunfar, e o Audax (cinco) não passar pelo já classificado Mirassol (11), fora de casa – a partida será realizada no mesmo horário. Para não depender do outro confronto, o Red Bull (seis) precisa vencer ou torcer para que os osasquenses percam.

Por mais que a situação do Santo André seja complicada, o meia Alex Nagib admite que o time ganhou sobrevida após a derrota (2 a 1), de virada, para o Mirassol, quarta-feira. “Quando acabou o jogo pensamos que estávamos desclassificados (o que não aconteceu graças à vitória do Audax por 1 a 0 sobre o Red Bull). Agora não depende mais só de nós, mas temos de entrar em campo com bastante força de vontade para conquistar o resultado”, comentou.

Responsável por ditar o ritmo da equipe no meio de campo, Alex admitiu que a derrota para o Mirassol foi muito sentida pelo grupo, mas disse que hoje o objetivo é controlar a ansiedade para não partir com tudo para o ataque e colocar a classificação em risco.

“Estávamos ganhando do Mirassol, fazendo bom jogo, então a derrota foi ruim, mas serve de aprendizado para o grupo. Contra o Red Bull o duelo vai ser decidido no detalhe. Não podemos errar. Temos de ter sabedoria. Vamos repetir a tática da partida contra o Mirassol: esperar para apostar no contra-ataque, que é arma forte da nossa equipe”, enfatizou o meia.

A única novidade na escalação deve ser o retorno do zagueiro PV, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo, na vaga de GB, que fica como opção no banco. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Santo André evita se expor em jogo decisivo diante do Red Bull

Plano é esperar que adversário tome a iniciativa por jogar em casa e apostar na força do contra-ataque

Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

20/10/2018 | 07:00


Por mais que precise vencer de qualquer maneira o Red Bull, às 15h de hoje, no Moisés Lucarelli, em Campinas, para se classificar às quartas de final da Copa Paulista, o Santo André não deve partir para cima do Toro Loko desde o começo. A ideia é esperar o adversário tome a iniciativa e contra-atacar, já que o empate também não é bom resultado para os campineiros, que devem sair para o jogo.

Com quatro pontos, o Ramalhão avança se triunfar, e o Audax (cinco) não passar pelo já classificado Mirassol (11), fora de casa – a partida será realizada no mesmo horário. Para não depender do outro confronto, o Red Bull (seis) precisa vencer ou torcer para que os osasquenses percam.

Por mais que a situação do Santo André seja complicada, o meia Alex Nagib admite que o time ganhou sobrevida após a derrota (2 a 1), de virada, para o Mirassol, quarta-feira. “Quando acabou o jogo pensamos que estávamos desclassificados (o que não aconteceu graças à vitória do Audax por 1 a 0 sobre o Red Bull). Agora não depende mais só de nós, mas temos de entrar em campo com bastante força de vontade para conquistar o resultado”, comentou.

Responsável por ditar o ritmo da equipe no meio de campo, Alex admitiu que a derrota para o Mirassol foi muito sentida pelo grupo, mas disse que hoje o objetivo é controlar a ansiedade para não partir com tudo para o ataque e colocar a classificação em risco.

“Estávamos ganhando do Mirassol, fazendo bom jogo, então a derrota foi ruim, mas serve de aprendizado para o grupo. Contra o Red Bull o duelo vai ser decidido no detalhe. Não podemos errar. Temos de ter sabedoria. Vamos repetir a tática da partida contra o Mirassol: esperar para apostar no contra-ataque, que é arma forte da nossa equipe”, enfatizou o meia.

A única novidade na escalação deve ser o retorno do zagueiro PV, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo, na vaga de GB, que fica como opção no banco. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;