Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Trump volta a defender separação de famílias que entrarem ilegalmente no país



13/10/2018 | 20:22


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, defendeu neste sábado a controversa política de separar famílias pegas na fronteira tentando ingressar ilegalmente no país, ao afirmar que o temor de ser separado dos filhos pode deter alguns imigrantes.

Em coletiva com jornalistas na Casa Branca, Trump alertou que adultos estão usando crianças para atravessar a fronteira dos EUA com o México. "Se eles sentirem que haverá separação, eles não vem", afirmou. Tentativas de dissuadi-los a desistirem da ideia de fazer a travessia - incluindo a controversa política adotada por Trump de separar famílias, que foi abandonada em junho - não têm sido efetivas em reduzir o fluxo de famílias.

Um número recorde de famílias em busca de asilo tem sobrecarregado agentes da fronteira e autoridades de imigração. As instalações da fronteira estão abarrotadas e os atrasos nos tribunais de imigração cada vez maiores.

As crianças separadas dos pais pela política de 'tolerância zero' de Trump frequentemente passam dias em instalações do governo - que são preparadas apenas para rápidas passagens - enquanto o Departamento de Segurança Nacional tenta encontrar os pais e reunir as famílias, de acordo com relatório divulgado esse mês pelo escritório do inspetor geral do Departamento de Segurança Nacional.

Como legalmente crianças não podem ser mantidas em custódia criminal, mais de 2 mil crianças foram separadas de suas famílias na fronteira entre maio e junho. A situação despertou uma onda de críticas de democratas e republicanos, o que levou Trump a mudar de ideia no final de junho.

Trump tem reiterado sua preferência por um sistema de imigração com base no mérito, dizendo que "muitos países concordam". E insistiu nas críticas. "Se você der uma olhada no sistema de loteria de vistos, ele é ruim", afirma.

O presidente culpou os Democratas por uma falha na legislação, dizendo que deveriam ter aprovado "boas leis". Segundo Trump, o ex-presidente Barack Obama enfrentou desafio semelhante. "Tempos atrás, quando o país não estava indo bem, isso era permitido mais facilmente", observou. De acordo com Trump, o atual fluxo de imigrantes é um reflexo do quanto "o país está indo bem."

Na sexta-feira, o jornal Washington Post noticiou que a Casa Branca estaria considerando voltar a separar pais e filhos na fronteira com o México. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Trump volta a defender separação de famílias que entrarem ilegalmente no país

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, acesse com:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;