Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

TSE julga representação de Alckmin


Teresa Pimenta
Do Diário do Grande ABC

06/09/2005 | 07:59


O ministro Caputo Bastos, do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), deve julgar nesta terça-feira a representação do governador Geraldo Alckmin (PSDB) contra o comerciante de Santo André Carlos Donizete de Freitas, que criou e colocou na internet um site com a campanha do tucano à Presidência da República, além de registrar quatro domínios de internet com variações do nome do político.

O site foi tirado do ar. A decisão do TSE não implica em sanções contra o criador da página. O advogado do governador, Ricardo Penteado, afirmou que a única providência tomada foi a denúncia à Justiça Eleitoral. "A imagem do governador, bem como reprodução de textos de outros sites de jornais, foram usados indevidamente", disse.

Penteado não quis responder se Freitas será acionado para devolver os registros dos domínios ou processado judicialmente. "Porém, não deixa de ser estranho que uma pessoa tenha registrado tantas alternativas com o nome do governador", afirmou o advogado. Freitas, dono de uma loja de material elétrico no Centro de Santo André, afirmou que não conhece o governador pessoalmente e negou que tenha feito campanha de Alckmin com intenções políticas ou para obter vantagem financeira.

A propaganda para as eleições do ano que vem só estará liberada a partir de 5 de julho. Também não pode fazer campanha candidato que não foi homologado pela convenção partidária. Freitas afirmou apenas que "simpatiza" com o governador e criou o site para ocupar o tempo ocioso de sua empresa, desenvolvedora de conteúdo para internet. Os domínios registrados em nome do comerciante são geraldopresidente, alckminpresidente, geraldoalckmin e geraldoalckminpresidente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;