Fechar
Publicidade

Domingo, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Morre o jornalista Ferreira Neto


Do Diário OnLine

05/08/2002 | 19:00


O corpo do jornalista Joaquim Antônio Ferreira Neto, 64 anos, que morreu na noite deste domingo, deve ser cremado nesta terça-feira, segundo informações da administração do Crematório da Vila Alpina, em São Paulo. Ele está sendo velado na Assembléia Legislativa da capital.

Ferreira Neto morreu de falência múltipla dos órgãos, provocada por uma doença no fígado. Ele foi internado há três semanas no hospital Igesp, na Bela Vista, região central da capital paulista, após sofrer uma queda em casa, quando bateu a cabeça e sofre uma hemorragia cerebral.

Atualmente, Ferreira Neto apresentava um programa de entrevistas e debates exibido pela CNT (Central Nacional de Televisão), de segunda a sexta-feira, às 23h30.

Também teve seu programa em diversas emissoras de televisão e rádio. Na TV Gazeta, de São Paulo, fazia cobertura política na época da primeira eleição direta para presidente após a redemocratização do país, em que Fernando Collor e Lula se enfrentaram no segundo turno.

Em 1990, foi candidato a senador em São Paulo pelo partido do então presidente Collor, o PRN. Porém, não foi eleito.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Morre o jornalista Ferreira Neto

Do Diário OnLine

05/08/2002 | 19:00


O corpo do jornalista Joaquim Antônio Ferreira Neto, 64 anos, que morreu na noite deste domingo, deve ser cremado nesta terça-feira, segundo informações da administração do Crematório da Vila Alpina, em São Paulo. Ele está sendo velado na Assembléia Legislativa da capital.

Ferreira Neto morreu de falência múltipla dos órgãos, provocada por uma doença no fígado. Ele foi internado há três semanas no hospital Igesp, na Bela Vista, região central da capital paulista, após sofrer uma queda em casa, quando bateu a cabeça e sofre uma hemorragia cerebral.

Atualmente, Ferreira Neto apresentava um programa de entrevistas e debates exibido pela CNT (Central Nacional de Televisão), de segunda a sexta-feira, às 23h30.

Também teve seu programa em diversas emissoras de televisão e rádio. Na TV Gazeta, de São Paulo, fazia cobertura política na época da primeira eleição direta para presidente após a redemocratização do país, em que Fernando Collor e Lula se enfrentaram no segundo turno.

Em 1990, foi candidato a senador em São Paulo pelo partido do então presidente Collor, o PRN. Porém, não foi eleito.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;