Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 31 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Homicídios registram alta em agosto

Na contramão do Estado, região contabilizou 18 crimes do tipo no mês passado, número 20% maior do que no mesmo período de 2017


Juliana Stern
Especial para o Diário

26/09/2018 | 07:00


Na direção oposta à queda do número de homicídios registrada no Estado em agosto, a região teve aumento de 20% no crime em comparação com o mesmo período do ano passado. Conforme as estatísticas criminais da SSP (Secretaria da Segurança Pública) de São Paulo, divulgadas na tarde de ontem, foram contabilizadas 18 ocorrências do tipo no mês anterior. Já no Estado, houve declínio de 7,44% nos registros – passaram de 242 para 224.

Para o comandante do CPA-M/6 (Comando de Policiamento de Área Metropolitana), na região, coronel Ronaldo Gonçalves Faro, não há motivos específicos que expliquem o aumento no número de homicídios na região, mas as ocorrências estão sendo analisadas pela Polícia Militar. Conforme ele, áreas onde o crime ocorreu estão sendo verificadas. “Estamos preocupados com este número, mesmo que grande parte seja ligado a brigas entre quadrilhas. Estamos monitorando áreas e trabalhando para diminuir as ocorrências”, afirma.

Outro indicador que teve aumento no mês de agosto foi o furto de veículos. Foram registrados 832 casos – aumento de 4,4% na comparação com o ano anterior.

Os demais índices criminais apresentaram queda na região (veja a tabela acima). Casos de roubos de veículos, por exemplo, diminuíram 21,03% – passaram de 870 para 687. Segundo Faro, houve redução do delito em municípios considerados problemáticos. “Cidades como Santo André e São Caetano, que são mais delicadas neste aspecto apresentaram redução. Estamos analisando as ocorrências, porque vimos que as áreas mais propícias para este tipo de crime migraram e estão mais dispersas”. afirma o comandante.

Furtos e roubos em geral também contabilizaram volume menor em comparação com o mesmo mês do ano passado. A região teve 1.957 roubos em agosto, menos 15,4% do que em 2017; e 1.944 furtos, taxa 15,6% mais baixa do que no mesmo período do ano anterior.

Ainda segundo Faro, o mérito em relação à queda nestes dois índices pode ser atribuído às operações realizadas nas sete cidades, como é o caso da Servir e Proteger, da Polícia Militar, que aposta na presença ostensiva de agentes nas ruas para ampliar a sensação de segurança entre as pessoas e inibir a prática de crimes. “Também estamos implementando melhorias, como orientar o cidadão para evitar roubos e furtos”, observa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;