Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 6 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Julgamento do Palestra é adiado


Divanei Guazzelli
Do Diário do Grande ABC

11/08/2004 | 00:45


   Pela terceira segunda-feira seguida, o recurso do Palestra de São Bernardo para ter volta seis pontos na Série B-1 não foi julgado. Ao contrário das vezes anteriores, na última sessão o motivo não foi pedido de vistas do processo ou ausência do advogado. O próprio TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) decidiu adiar o julgamento para estabelecer uma multa, a outra punição além da perda de pontos, compatível com a realidade dos clubes da Série B-1.

Segundo o artigo 214 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), clube que utilizar jogador em condição irregular é punido, além da perda de pontos, com multa de R$ 5 mil a R$ 50 mil. Os times da B-1, campeonato que raramente consegue apelo popular, têm folha de pagamento que poucas vezes passa dos R$ 20 mil.

O Palestra foi punido porque teria utilizado um de seus jogadores, Leonardo, com três cartões amarelos. O clube argumentou, no entanto, que houve um equívoco na “comunicação de penalidade”, pois conta com três profissionais com o mesmo prenome. Com a decisão do TJD, o time de São Bernardo tem cinco pontos negativos e apenas um conquistado em campo após 21 disputados.

Pela primeira rodada do segundo turno, domingo, o Palestra recebe o Ecus, de Suzano, às 15h, no estádio 1º de Maio, em Vila Euclides. No confronto do último domingo, o Palestra perdeu por 4 a 0. Os outros jogos da próxima rodada serão Jalesense x Monte Azul (11h), Santa Ritense x Linense e Ferroviária x Grêmio Barueri (15h), também no domingo.

Ferroviária e Monte Azul lideram o octogonal decisivo com 14 pontos ganhos; Grêmio Barueri tem 13; Ecus, 11; Linense, 10; Jalesense, 8; Santa Ritense, 5 e Palestra, cinco negativos. O Linense é treinado por João Ricardo, que em 2003 levou o Grêmio Mauaense ao título da B-1 e ao conseqüente acesso. Os quatro melhores sobem para a Série A-3 de 2005.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Julgamento do Palestra é adiado

Divanei Guazzelli
Do Diário do Grande ABC

11/08/2004 | 00:45


   Pela terceira segunda-feira seguida, o recurso do Palestra de São Bernardo para ter volta seis pontos na Série B-1 não foi julgado. Ao contrário das vezes anteriores, na última sessão o motivo não foi pedido de vistas do processo ou ausência do advogado. O próprio TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) decidiu adiar o julgamento para estabelecer uma multa, a outra punição além da perda de pontos, compatível com a realidade dos clubes da Série B-1.

Segundo o artigo 214 do CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva), clube que utilizar jogador em condição irregular é punido, além da perda de pontos, com multa de R$ 5 mil a R$ 50 mil. Os times da B-1, campeonato que raramente consegue apelo popular, têm folha de pagamento que poucas vezes passa dos R$ 20 mil.

O Palestra foi punido porque teria utilizado um de seus jogadores, Leonardo, com três cartões amarelos. O clube argumentou, no entanto, que houve um equívoco na “comunicação de penalidade”, pois conta com três profissionais com o mesmo prenome. Com a decisão do TJD, o time de São Bernardo tem cinco pontos negativos e apenas um conquistado em campo após 21 disputados.

Pela primeira rodada do segundo turno, domingo, o Palestra recebe o Ecus, de Suzano, às 15h, no estádio 1º de Maio, em Vila Euclides. No confronto do último domingo, o Palestra perdeu por 4 a 0. Os outros jogos da próxima rodada serão Jalesense x Monte Azul (11h), Santa Ritense x Linense e Ferroviária x Grêmio Barueri (15h), também no domingo.

Ferroviária e Monte Azul lideram o octogonal decisivo com 14 pontos ganhos; Grêmio Barueri tem 13; Ecus, 11; Linense, 10; Jalesense, 8; Santa Ritense, 5 e Palestra, cinco negativos. O Linense é treinado por João Ricardo, que em 2003 levou o Grêmio Mauaense ao título da B-1 e ao conseqüente acesso. Os quatro melhores sobem para a Série A-3 de 2005.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;