Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Datafolha: rejeição de Bolsonaro oscila para 43% e de Haddad sobe a 29%



20/09/2018 | 00:44


Líder no cenário de primeiro turno, o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, viu sua rejeição oscilar levemente para baixo em relação ao último levantamento, divulgado no último dia 14, informou o Datafolha. Os eleitores que não votam de jeito nenhum no militar passaram de 44% para 43%. Já a rejeição ao candidato do PT, Fernando Haddad, cresceu de 26% para 29%.

A rejeição a Ciro Gomes (PDT) oscilou de 21% par 22%, a de Geraldo Alckmin (PSDB) passou de 25% para 24%. A de Marina Silva (Rede), de 30% para 32%.

O total dos que não votam de jeito nenhum em Cabo Daciolo (Patriota) oscilou de 18% para 19%. Em Vera Lúcia (PSTU), permaneceu em 19%. Em Guilherme Boulos (PSOL) ficou em 18%. O de Henrique Meirelles (MDB) se manteve em 17% e a de João Amoêdo (Novo), em 15%.

O número de eleitores que rejeitam todos os candidatos permaneceu em 4%, enquanto os que votariam em qualquer um, em 2%. Não souberam ou não opinaram se mantiveram em 5%.

A pesquisa foi encomendada pelo jornal Folha de S.Paulo e pela TV Globo. Foram ouvidos 8.596 eleitores em 323 municípios de todo o País entre 18 e 19 de setembro. O nível de confiança é de 95%. O levantamento foi registrado no TSE sob o código BR-06919/2018. (Marcelo Osakabe e Sergio Caldas - marcelo.osakabe@estadao.com e sergio.caldas@estadao.com)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;