Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Yaris é caçula destemido

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Sedã da Toyota desafia os veteranos e se destaca no ranking dos mais vendidos do segmento


Nilton Valentim

14/09/2018 | 08:23


À primeira vista, os mais desatentos confundem com o consagrado Corolla. Mas um olhar mais atento ao sedã revela que as medidas são menores que a do irmão mais velho. Trata-se do Yaris, o caçula entre os carros brasileiros – chegou em julho às concessionárias – e que foi avaliado pela equipe do Diário durante a última semana na versão XL 1.5L 16V, a mais simples entre as que são equipadas com câmbio CVT e que custa R$ 68.690. E ele não fez feio durante o período de testes.

Com lotação completa (cinco adultos), rodou fácil, tanto na cidade quanto na estrada. O único ‘senão’ foi a reclamação feita pelos três ocupantes do banco traseiro, sobre a falta de espaço.
Em outros quesitos, o Yaris agradou muito. Principalmente pelo consumo. Com etanol no tanque e em trajeto misto (estrada e cidade), estabeleceu média de consumo de 8,1 km/l.

O desempenho também precisa ser destacado. O motor responde bem aos toques no acelerador. Tanto que, na maior parte da viagem, foi possível andar na faixa da esquerda e sem ‘esgoelar’ o carro.
No quesito visual interno, o Yaris não chama atenção. Aliás, é até bem simples. Mas essa é uma característica dos Toyota, principalmente do Corolla, objeto de desejo de muitos motoristas, que tem 50 anos de história e está na 11ª geração.

Mesmo assim, é preciso destacar o sistema de multimidia, que permite parear o celular e os controles de som no volante. Sem frescuras, mas bastante funcionais. Fez falta apenas a instalação de uma câmera de ré. Apesar de ser uma versão quase de entrada, o proprietário do carro merecia contar com este equipamento.

MERCADO
Assim como foi no test drive, o Yaris também largou bem na preferência dos consumidores. Em um segmento tão disputado como o dos sedãs, o carro da Toyota não se intimidou por ser novato. No segundo mês de vendas chegou ao nono lugar no ranking, com 2.250 unidades emplacadas.

O número pode até não parecer significante, uma vez que nos 31 dias do oitavo mês de 2018 foram vendidos 37.444 carros de três volumes no País e o líder Prisma teve 6.119 novos donos. Mas a questão aqui é outra. O principal rival do Yaris é o City, da Honda, que recebeu série de inovações, mas vendeu somente 1.213 unidades. Na frieza dos números, o que se observa é que o Yaris estreou com o dobro da preferência na comparação com o concorrente nipônico.

Vamos ver como serão os próximos lances. Bem como a capacidade do Yaris de escalar este ranking. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;