Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

População é retirada antes da chegada de furacão na costa do Atlântico nos EUA



11/09/2018 | 09:57


Autoridades determinaram a retirada de população de áreas costeiras da Carolina do Norte, da Carolina do Sul e da Virgínia, no momento em que a região se prepara para a chegada do furacão Florence, com ventos muito fortes e enchentes previstas. O Centro Nacional de Furacões divulgou hoje alertas ao longo da costa do Atlântico em uma área que vai de Edisto Beach, na Carolina do Sul, ao norte até a divisa entre os Estados da Carolina do Sul e da Virgínia.

Florence é neste momento uma tempestade de categoria 4, com ventos máximos sustentados de 225 quilômetros por hora, segundo o centro. A direção do fenômeno poderia ainda mudar, mas as projeções mais recentes são de que deva atingir a Carolina do Sul e a do Norte na manhã da quinta-feira. Além disso, deve se fortalecer conforme se aproxima da costa e poderia ser a tempestade mais forte a atingir a região desde o furacão Hugo, há 29 anos.

O governador da Carolina do Sul, Henry McMaster, disse esperar que cerca de 1 milhão de pessoas abandonem a região costeira. Em algumas áreas, as chuvas podem chegar a 760 milímetros. A Carolina do Sul, a do Norte e a Virgínia decretaram estado de emergência e os governadores pediram que o presidente americano, Donald Trump, emita declarações de desastre para autorizar o envio de centenas de tropas da Guarda Nacional para enfrentar a situação. Trump cancelou um evento de campanha à reeleição que teria na sexta-feira em Jackson, Mississippi, por causa do furacão. Mas Trump ainda tem previsto um evento na quinta-feira no Missouri.

Caso o furacão chegue com força às Carolinas do Sul e do Norte, isso poderia trazer prejuízos de mais de US$ 20 bilhões, segundo estimativa da Wells Fargo Securities. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados