Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 19 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Bolsonaro foi ferido na barriga, mas não mudou a cabeça, diz Ciro após debate



09/09/2018 | 21:21


Três dias depois de o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) ter sido atacado com um golpe de faca no abdômen, o presidenciável Ciro Gomes (PDT) afirmou que Bolsonaro "foi ferido na barriga, mas não mudou nada na cabeça".

Após participar do debate Estadão/TV Gazeta/Jovem Pan/Twitter deste domingo, 9, Ciro Gomes afirmou que se solidarizou com Bolsonaro e interrompeu sua campanha após a agressão, mas viu que os aliados do candidato do PSL não mudaram de pensamento e decidiu retomar sua agenda. "Ele foi ferido na barriga. Não mudou nada na cabeça. Então eu fui pra luta de novo", disse Ciro.

Ciro afastou a ideia de que a ausência de Bolsonaro no debate tenha impactado o desempenho dos demais candidatos. Ele afirmou que a ausência "não acrescenta muito", a não ser a falta de uma "posição de ódio" no programa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Bolsonaro foi ferido na barriga, mas não mudou a cabeça, diz Ciro após debate


09/09/2018 | 21:21


Três dias depois de o candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) ter sido atacado com um golpe de faca no abdômen, o presidenciável Ciro Gomes (PDT) afirmou que Bolsonaro "foi ferido na barriga, mas não mudou nada na cabeça".

Após participar do debate Estadão/TV Gazeta/Jovem Pan/Twitter deste domingo, 9, Ciro Gomes afirmou que se solidarizou com Bolsonaro e interrompeu sua campanha após a agressão, mas viu que os aliados do candidato do PSL não mudaram de pensamento e decidiu retomar sua agenda. "Ele foi ferido na barriga. Não mudou nada na cabeça. Então eu fui pra luta de novo", disse Ciro.

Ciro afastou a ideia de que a ausência de Bolsonaro no debate tenha impactado o desempenho dos demais candidatos. Ele afirmou que a ausência "não acrescenta muito", a não ser a falta de uma "posição de ódio" no programa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;