Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Azulão desperdiça chances, tropeça, mas continua líder

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

S.Caetano é vazado pela primeira vez na Copa Paulista no 1 a 1 com Água Santa no Anacleto Campanella


João Victor Romoli
Do Diário do Grande ABC

06/09/2018 | 00:08


O São Caetano não aproveitou as oportunidades criadas ontem e foi, de certa forma, surpreendido pelo Água Santa, no Anacleto Campanella. A equipe, que ficou sete jogos sem sofrer gols, parou no empate por 1 a 1, mas manteve a liderança do Grupo 3 da Copa Paulista pelo saldo de gols – 18 pontos, ao lado do Taubaté –, enquanto o Netuno permanece na última colocação, agora com dois.

O começo de partida, aliás, deixou bem claro o motivo das equipes estarem em situações opostas na tabela. Logo aos dois minutos, Paulo Vinícius avançou e se aproveitou da falta de atenção da zaga do Água Santa para abrir o placar. Depois, foram inúmeras as chances desperdiçadas pelo Azulão, principalmente em jogadas individuais de Gerley, que levaram perigo ao gol de Júlio Cesar. O goleiro, aliás, foi personagem fundamental no jogo, já que impediu o São Caetano de fazer o segundo tento. Ele defendeu o pênalti mal cobrado por Isaac Prado.
Na segunda etapa, porém, o jogo foi outro. O Netuno mostrou força ofensiva até então desconhecida nesta Copa Paulista. O time foi para cima do rival e conseguiu o gol, aos 18 minutos, em chute perfeito do estreante Fernando.

Após o lance, o nervosismo tomou conta do São Caetano, que não conseguiu ultrapassar a barreira montada pelo surpreendente Água Santa.
“Infelizmente, não deu certo o que planejamos. Tentei dar ritmo a alguns jogadores e algumas coisas não funcionaram. Assumo toda a culpa hoje (ontem)”, disse o técnico Pintado, do São Caetano.

Do outro lado, porém, sobrou satisfação. “As peças novas ajudaram muito. Acertamos a parte defensiva e surpreendemos em uma bola. Já tinha conversado antes da partida. Os jogadores se dedicaram, se esforçaram, gostei muito da entrega e quero isso para o restante da competição”, falou o treinador Antônio Carlos Papel, do Água Santa, em referência aos estreantes Fernando e Clebinho. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados