Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Helcio na lista de aliados de Chiquinho

A candidatura a deputado estadual do vereador de Mauá Chiquinho do Zaíra (Avante), de fato, tem se notabilizado por agregar apoio


Raphael Rocha

06/09/2018 | 07:28


A candidatura a deputado estadual do vereador de Mauá Chiquinho do Zaíra (Avante), de fato, tem se notabilizado por agregar apoio dos mais variados partidos. Há gente de oposição e aliada ao governo da prefeita em exercício de Mauá, Alaíde Damo (MDB). Há lideranças de Ribeirão Pires, de Rio Grande da Serra, entre elas a do petista Claudinho da Geladeira. E, recentemente, Chiquinho divulgou vídeo apresentando sua campanha e revelou outro apoio que tem causado turbulência nos bastidores: o do ex-deputado federal e ex-vice-prefeito de Mauá Helcio Silva (PT). A despeito de o PT de Mauá apostar no projeto do ex-prefeito Oswaldo Dias (PT) à Assembleia, Helcio tem figurado em reuniões da empreitada de Chiquinho. Vale lembrar que Helcio foi vice no mandato de prefeito de Donisete Braga, que deixou o PT e migrou para o Pros para ser candidato a deputado federal.

Estranhamento
O ex-vice-prefeito de Mauá Helcio Silva (PT) é bem próximo do único vereador petista na cidade, Marcelo Oliveira. Curiosamente, Marcelo chamou atenção na sessão de terça-feira. Um dos mais ferrenhos críticos ao governo interino de Alaíde Damo (MDB), o petista votou contra a convocação da prefeita à Câmara para dar explicações sobre a situação financeira do Paço. Na justificativa dada ao Diário, Marcelo argumentou que quer estender a convocação a outros ex-prefeitos, mas a declaração não caiu bem no diretório do PT local. Tanto que tem gente que defende que Marcelo dê explicações sobre esse voto, numa reunião pós-eleição.

Apoio
Presidente da APM (Associação Paulista de Medicina) de São Bernardo, João Eduardo Charles e toda diretoria da entidade declararam apoio à candidatura à Assembleia Legislativa da primeira-dama Carla Morando (PSDB) e ao projeto do vice-prefeito Marcelo Lima (PSD) à Câmara Federal. O apoio foi dado ontem, em reunião também com o prefeito Orlando Morando (PSDB). “Temos de ter candidatos que olhem pela Saúde, saibam das nossas dificuldades e sejam nossos parceiros, para preservar e salvar vidas”, argumentou Charles.

Estadualização
Candidato a deputado estadual, Thiago Auricchio (PR) afirmou que, se eleito, encampará a bandeira de estadualização do Hospital de Clínicas Doutor Radamés Nardini, de Mauá. “O Estado precisa entender a importância de assumir a gestão do hospital. Essa é uma pauta que eu vou brigar diariamente com o governador para que ele assuma esse compromisso com o Grande ABC. O Estado não pode mais se omitir dessa situação, que está se tornando insustentável”, declarou Thiago, citando o caráter regional do equipamento.

Liberação e impugnação
Um dos candidatos do Grande ABC cujo registro de candidatura havia sido contestado pelo Ministério Público Eleitoral, o vereador Jhol Jhol (PSD), de Rio Grande da Serra, postulante à Assembleia, teve seu projeto eleitoral deferido pela Justiça Eleitoral. O mesmo aconteceu com Sargento Lobo (SD), parlamentar de Santo André, candidato a federal. Porém, outros nomes da região enfrentam problemas. Jô Alvarenga (Pros-São Bernardo-federal), Guerreiro Vital (Rede-Santo André-estadual) e Vagnão Copeinski (Rede-São Bernardo-estadual) foram indeferidos. Mas cabe recurso.

Nomeação
Em meio a comentários de que poderia nomear outro parente para o primeiro escalão, a prefeita em exercício de Mauá, Alaíde Damo (MDB), oficializou a admissão de Michel Ferreira Bianchini para comandar a Secretaria de Trânsito e Sistema Viário. Bianchini chegou a gerir o Ciretran municipal. O nome de Ivo Damo, irmão do ex-prefeito Leonel Damo, foi comentado para essa vaga.

Redução do ICMS
Ex-vereador de São Bernardo e candidato a deputado estadual, Admir Ferro (PSB) declarou que, se eleito, vai propor redução do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) de veículos zero-quilômetro para professores, médicos e demais profissionais da Saúde e Educação. “Se não existe melhoria do salário, ao menos vamos garantir descontos em impostos para essas categorias.” 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;