Fechar
Publicidade

Sábado, 17 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Governo de SP quer estender linha da CPTM até Campinas

Claudinei Plaza/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


05/09/2018 | 08:32


O governo de São Paulo quer estender a linha 7-Rubi, da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), para fazê-la chegar até Campinas, município localizado a cerca de 90 quilômetros da capital. Hoje, a linha já chega até Jundiaí, a cerca de 60 quilômetros de distância.

Segundo a Secretaria de Transportes Metropolitanos, representantes do governo apresentaram um projeto nesta terça-feira, 4, durante viagem experimental em um dos trechos do futuro Trem Intercidades (TIC). "Para isso, será necessário recuperar e eletrificar parte da rede ferroviária local, utilizada hoje somente para transporte de cargas poucas vezes ao dia. Inicialmente a ideia é disponibilizar trens da CPTM entre Campinas e o centro de São Paulo em alguns horários ao longo do dia", informou a pasta em nota.

O Executivo estadual pretende firmar convênio com a União e a Rumo Logística, concessionária do trecho da ferrovia federal, para cessão da via. "Há ainda a possibilidade de que seja feita uma parceria com a Rumo para o desenvolvimento dos projetos básico e executivo das obras de recuperação da via férrea e de energização da rede aérea. Serão cerca de 50 km de rede aérea entre Jundiaí e Campinas", explicou a secretaria.

Viagem experimental

Na manhã desta terça, representantes do governo do Estado fizeram uma viagem experimental no trecho da ferrovia federal, entre Campinas e Louveira, onde deve passar o futuro TIC. A estrutura atenderá às cidades São Paulo, Jundiaí, Campinas e Americana, em 135 km de trilhos e nove estações.

"A estimativa inicial é de que o ramal transporte cerca de 68 mil passageiros por dia. O trem de média velocidade deve operar junto com a linha 7-Rubi da CPTM, que já vai até Jundiaí. O custo total estimado é R$ 5,4 bilhões, dos quais R$ 1,8 bilhão deve ser investido pelo governo do Estado."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;