Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

EMEB de São Bernardo completa 25 anos

Instituição celebrou data com alunos, funcionários e população


Bianca Barbosa
Especial para o Diário

04/09/2018 | 16:48


Especializada no sorriso dos pequenos, a tradicional EMEB (Escola Municipal de Ensino Básico) Professor Áureo Cruz, no Alves Dias, em São Bernardo, fez 25 anos nesta terça-feira (4) e comemorou com  festa de aniversário animada, que teve direito a discursos emocionantes , apresentações de música rítmica com instrumentos reciclados e bolo.

Entre as mudanças que a coordenadora pedagógica, Marisa Franco, já viu na escola, citou com carinho algumas: “a inauguração do parque, que era algo que os alunos não tinham acesso, a horta e a cozinha pedagógica, que são projetos de alimentação saudável que criamos para as nossas crianças há dois anos”. Ela trabalha no local há seis anos e fala com carinho dos pequenos de 3 a 5 anos que frequentam o local. “É tanta história bonita, tantos alunos queridos que já passaram por aqui.”

Já para a vice diretora Rivani Bocchi, que está na escola há 13 anos, o processo de ensino foi o que mais mudou ao longo do tempo. “A educação é um processo de mudança. Nós acompanhamos as novidades para oferecer cada vez o melhor. É engraçado perceber que, no começo do ano, os alunos choram pois não querem ficar na escola, mas depois de conhecerem e de se adaptarem aqui por algum tempo, choram para não sair mais”, afirmou.

O Secretário Municipal de Esporte, Alex Mognon, esteve presente na comemoração. “Esporte e educação tem tudo a ver. É bonito uma escola trabalhar com tanto amor pelos alunos. Tenho amigos que trabalham aqui há 10, 15 anos.”

Para a ajudante de transporte escolar Dayane Aparecida, 28 anos, o amor dos alunos pela escola é verdadeiro. “Meu filho estudou três anos aqui e esse é o ultimo, pois ele fez 6 anos. Ele já está triste por ter que sair da escola. Eu acho que isso é resultado de bons cuidados com ele, é um lugar em que se sente bem”, contou. Segundo Dayane, a filha caçula, que tem apenas quatro meses, também vai estudar na EMEB quando estiver maior. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados