Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Fragmentos de crânio são encontrados em meio aos escombros do Museu Nacional

Tomaz Silva/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Achados despertam esperança de que se trate de Luzia, o fóssil mais antigo da América Latina



04/09/2018 | 09:34


Três fragmentos de crânio foram encontrados em meio aos escombros do incêndio que destruiu o Museu Nacional/UFRJ, na noite de domingo, 2, e madrugada de segunda-feira,3, despertando as esperanças de que se tratasse de Luzia, o fóssil mais antigo da América Latina, com cerca de 12 mil anos.

A assessoria do museu, no entanto, informou na manhã desta terça-feira, 4, que não existe confirmação já que o material não foi ainda analisado e está cheio de fuligem. Além do mais, o museu tinha centenas das mais diversas coleções de fósseis humanos.

A assessoria informou ainda que o crânio de Luzia não estava em exposição - justamente porque era muito requisitado por pesquisadores --, mas tampouco estava protegido num cofre. O osso estava em uma caixa de metal que, não se sabe ainda, se resistiria ao fogo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;