Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Diocese de Sto.André lança cartilha eleitoral


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

01/09/2018 | 07:00


A Diocese de Santo André, que corresponde ao Grande ABC, distribui, a partir de hoje, cartilha com orientação política para os fiéis. Produzido pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil), o material trará artigos que falam sobre a preocupação com o cenário instável da política nacional. Segundo a Diocese, temas como crise e ética, ameaças à democracia, a corrupção, descrédito na política e nos políticos, acirramento da polarização e sinais da esperança estarão nas 70,4 mil cartilhas que serão apresentadas no fim de semana. “Se tratam de instruções que vão ajudar a votar bem, a votar como bom cristão. A fé cristã não despreza a atividade política, pelo contrário, a valoriza e a tem em alta conta. Assim, torna-se necessária a formação para a vida política. A Igreja Católica não aponta nem legitima candidatos ou partidos. A função da Igreja é formar as consciências, segundo os princípios do Evangelho, para que cada um saiba escolher de acordo com sua própria consciência”, disse o bispo Dom Pedro Carlos Cipollini.

Morosidade
O prefeito de Ribeirão Pires, Adler Kiko Teixeira (PSB), inaugura hoje o CEU da Quarta Divisão, uma obra envolta de polêmica e atrasos. A unidade foi anunciada em 2010, quando o prefeito era Clóvis Volpi (Patriota). Houve convênio com o Ministério da Cultura, que repassou R$ 2 milhões para o equipamento. Mas pouca coisa andou. O ritmo foi diminuindo até parar de vez em 2016, já com Saulo Benevides à frente do Paço. As obras foram retomadas somente em 2017, com Kiko como prefeito. “Em um cenário de desorganização administrativa e financeira, além de serviços paralisados, encontramos obras que há meses estavam paradas. Os moradores perderam as perspectivas de mudanças e melhorias. Colocamos as contas em dia, retomamos e fortalecemos os serviços em todos os setores”, disse Kiko.

Maranhão com Alckmin
Se em 2014 o prefeito de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão (sem partido), causou polêmica ao declarar voto em Dilma Rousseff (PT), mesmo integrando o PSDB, que apostava em Aécio Neves, desta vez o chefe do Executivo foi mais comedido. A despeito de ter sido expulso do tucanato, Maranhão anunciou que seu presidenciável é Geraldo Alckmin (PSDB).

LDO de São Caetano
O governo do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PSDB), enviou, em CD, a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentárias) para o ano que vem. O protocolo aconteceu dentro do prazo limite registrado pela LOM (Lei Orgânica do Município). O presidente do Legislativo, Pio Mielo (MDB), já marcou audiência pública, para o dia 12, sobre o tema.

Consultoria
Ex-secretário de Comunicação de Ribeirão Pires, Thiago Quirino tem atuado extraoficialmente no mesmo setor dentro do governo interino de Alaíde Damo (MDB), em Mauá. Nos bastidores, diz que tem prestado consultoria para a atual equipe. Enquanto isso, o núcleo duro da administração estuda o desmembramento novamente da Secretaria de Comunicação.

Aglutinação
No processo de reconstrução de antigos laços, o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), se reaproximou de José Antônio Acemel, o Espanhol. Os dois tiveram rixa em 2012, quando o PSDB fechou portas para uma candidatura de Paulo Serra ao Paço, ocasionando a saída do então vereador da sigla – foi para o PSD. Na mesma linha, Paulo Serra resgatou diálogo com outras figuras do tucanato local, como Ricardo Torres, e até de fora da sigla.

Aprovações
A Câmara de São Caetano aprovou, em primeira discussão, projeto de lei de autoria do suplente Getúlio Filho (PSB), em exercício do mandato, que concede título de cidadão emérito ao jogador Mário Fernandes, lateral-direito da seleção de futebol da Rússia – a proposta será analisada na terça, em segunda votação. Também autorizou o afastamento do vereador Caio Funaki (Patriota), por um mês. O primeiro suplente é Adauto Reggiani (Patriota). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;