Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

PIB do 2º trimestre está no mesmo nível do 1º semestre de 2011



31/08/2018 | 10:11


A alta de 0,2% no Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no segundo trimestre em relação ao primeiro trimestre deste ano foi a sexta seguida na série com ajuste sazonal. Com o avanço, o PIB está no mesmo nível do primeiro semestre de 2011, mas 6% abaixo de seu ponto máximo, registrado no primeiro trimestre de 2014, informou nesta sexta-feira, 31, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O PIB de serviços (0,3%) e o consumo das famílias (0,1%) também registraram a sexta alta seguida na série com ajuste sazonal.

Poupança

A taxa de poupança ficou em 16,4% no segundo trimestre, segundo o IBGE. Já a taxa de investimento ficou em 16% no segundo trimestre deste ano.

Exportações

As exportações diminuíram 5,5% no segundo trimestre ante o primeiro trimestre de 2018. Na comparação com o segundo trimestre de 2017, as exportações mostraram queda de 2,9%.

As importações contabilizadas no PIB, por sua vez, caíram 2,1% no segundo trimestre ante o primeiro trimestre de 2018. Na comparação com o segundo trimestre de 2017, as importações mostraram alta de 6,8%.

A contabilidade das exportações e importações no PIB é diferente da realizada para a elaboração da balança comercial. No PIB, entram bens e serviços, e as variações porcentuais divulgadas dizem respeito ao volume. Já na balança comercial, entram somente bens, e o registro é feito em valores, com grande influência dos preços.

O setor externo teve desempenho negativo de destaque no PIB brasileiro do segundo trimestre. A queda de 5,5% em relação ao primeiro trimestre foi a maior nessa ótica de comparação desde o quarto trimestre de 2014, quando a queda foi de 6,7%, informou o IBGE.

Já a queda de 2,1% nas importações foi a maior desde o terceiro trimestre de 2016, quando o recuo foi de 5,3%.

A queda de 2,9% nas exportações no segundo trimestre de 2018 ante o segundo trimestre de 2017 interrompeu uma sequência de cinco trimestres consecutivos de altas, segundo os dados do IBGE.

Ainda pela ótica da demanda, a ligeira alta de 0,1% no consumo do governo no segundo trimestre deste ano em comparação ao mesmo período do ano anterior interrompeu cinco trimestres seguidos de quedas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PIB do 2º trimestre está no mesmo nível do 1º semestre de 2011

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, acesse com:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;