Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Assim é que tem de ser


Do Diário do Grande ABC

27/08/2018 | 12:22


(São Paulo) – A La Liga acertou com a empresa multinacional Relevent a realização de jogos do campeonato espanhol nos Estados Unidos e Canadá. O contrato terá a duração de 15 anos. Os dirigentes espanhóis pensam na expansão das marcas, venda de produtos licenciados e crescimento da competição.

Nessa hora vale o ditado “na prática a teoria é outra”. A boa ideia esbarra no apertado calendário para os clubes da Espanha. Nos últimos anos os times jogam tanto quanto os brasileiros e os jogadores perceberam que vão “estourar” desse jeito.

Justamente por isso é que eles estão revoltados e ameaçam fazer greve. Eles argumentam que não foram ouvidos e reclamam das questões logísticas por causa do calendário. Ainda garantem que não pensam só no dinheiro e muito mais na sua saúde. E que a torcida precisa ser respeitada.

Antigamente as rodadas eram realizadas aos sábados e domingos. Agora estão jogando terças, quartas ou quintas, além dos finais de semana. A impressão é que o movimento dos atletas está decidido a ir até as últimas consequências. Uma reunião está marcada para breve.

Se os jogadores brasileiros tivessem essa consciência, lutassem mais por seus direitos e se fizessem ouvir pelos dirigentes, seria uma grande ajuda para melhorar o futebol nacional.

Carga pesada

Santos, Corinthians, Palmeiras, Flamengo e Grêmio jogam nesta semana cartadas importantes na Libertadores. Mal terminam essa fase da competição e no final de semana vão voltar a jogar pelo Brasileiro.

Os cinco grandes do nosso futebol sofrem pela competência. Os técnicos não conseguem repetir duas vezes o mesmo time. Porque se fizessem isso estourariam seus jogadores.

Chegamos a um limite insuportável. E os dirigentes dos clubes, que gostam mais de whisky e charutos do que de futebol, não estão nem ai para essa barbaridade.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados