Fechar
Publicidade

Sábado, 22 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Chega a represa. Muda a geografia. Povoados são inundados


Ademir Médici

25/08/2018 | 07:00


A Represa Billings alterou a geografia e inundou povoados do Distrito de Riacho Grande, em São Bernardo, inclusive um cemitério, o "dos Polacos", no Capivari, como ocorre nas áreas em que o governo implanta as grandes obras chamadas desenvolvimentistas. Quantos povoados e mesmo cidades foram inundados por este Brasil afora? Caso de Sete Quedas, no Paraná, que desapareceu quando da construção da usina de Itaipu.

Mas o nosso universo é o Grande ABC, e aqui temos dois bons exemplos de transformações ditadas pela abertura de uma represa: além de Riacho Grande (com seus vários povoados), Rio Grande da Serra, cujos sítios urbanos originais ficaram sob as águas a partir da década de 1930 do século passado.

De Riacho Grande ouvimos algumas das últimas testemunhas da formação da Billings, em encontro promovido no mês passado, registrado em fotos, imagens e áudios. Hoje apresentamos o testemunho de João Vizintim, o Joanin, 95 anos, que desde os 41 dias de vida reside no Riacho, outrora Linha Rio Grande do Núcleo Colonial de São Bernardo.

O desaparecimento da primeira capela

Depoimento: João Vizintim

A represa encobriu o bar e restaurante do João da Ponte (João Cavinato), que ficava encostado na ponte do Rio Grande. Encobriu a primeira capela de São João, mais à frente, abaixo do trevo da Via Anchieta - construído anos depois -, bem na direção do Estoril. Por aqui passava o antigo Caminho do Mar - e este trecho do caminho também foi encoberto.

As águas cobriram o antigo centro do Riacho Grande, mais à frente, próximo ao Estoril. A área ficou submersa uns três metros.

Ali cheguei a participar de uma festa. Um padeiro de São Bernardo (Vila de São Bernardo) entregava pão por aqui. E naquela festa ele trouxe doce e sorvete. Era 1930, mais ou menos. Eu tinha sete anos de idade. Lembro do pau-de-sebo e do jogo de canequinhas.

Antes da formação da represa foi feito um grande aterro para a passagem dos veículos e dos moradores. O aterro foi construído com barro tirado do morro onde hoje está a Ilha de Capri e que serve para a passagem da Via Anchieta.

As crianças faziam seus próprios brinquedos. O carrinho de madeira, com uma tábua, roda, breque, direção. A gente usava uma foice. E quando a represa começou a subir, os pés de araçás começaram a ser encobertos. Para pegar araçá a gente usava caixotes de cebola daqueles entregues na venda dos meus pais. Os caixotes de madeira, bem feitos, fortes, eram os nossos barquinhos.

AMANHÃ EM MEMÓRIA

Quirino, o Leli, e os batelões de lenha e de fé

Diário há 30 anos

Quinta-feira, 25 de agosto de 1988 - ano 31, edição 6840

Manchete - Constituinte extingue o decreto-lei.

Santo André - Inaugurada rede de esgoto em favela do Parque Erasmo Assunção.

São Caetano - Prefeito Walter Braido propõe o congelamento dos subsídios dos vereadores.

Indústria - Bom Bril, de São Bernardo, compra 30% das ações da Orniex.

Comércio - C&A inaugura loja na Rua Marechal Deodoro, 1078, em São Bernardo.

Esportes - Começam os 53º Abertos do Interior em Piracicaba. Das 140 cidades inscritas, cinco são do Grande ABC - só Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra não participarão.

Guido Fidelis (crônica) - É preciso mostrar serviço, o povo gosta.

Polícia - Matador de sindicalista Mauro Pires é preso em Diadema. O dirigente era membro do Sindicato dos Condutores de Veículos do Grande ABC e foi assassinado em 4 de setembro de 1987.

Em 25 de agosto de...

São Bernardo inicia nova festa em louvor a Nossa Senhora da Conceição da Boa Viagem, com a chegada de carros às 16h no pátio da igreja, levantamento do mastro, ladainha à noite e espocar de fogos, com música e fogueira.

É a versão antiga da Procissão dos Carroceiros. Os carros citados, claro, eram carroças, carretões, charretes, aranhas, os veículos usuais de então.

Programada solene festa em louvor a São Bernardo, na Vila de São Bernardo, no primeiro domingo após o dia do padroeiro, que é 20 de agosto.

Comissão organizadora: Eugênia Meucci, Ermínia Girlande, Luiz Cassettari e André Ritucci. 

Do programa constam: alvorada pela banda local, missa cantada, pregação do Evangelho pelo padre Luiz Capra, vigário de Santo André, procissão, leilão de prendas e fogos de artifício.

Hoje

- Dia do Feirante

- Dia do Soldado

- Na região, Dia da Sociedade Amigos de Mauá

Santos do Dia

- Luiz (Poissy, 1214 - Tunes, 1270), mais conhecido como São Luiz. Foi o rei da França de 1226 até sua morte

- José de Calazans (Espanha, 1557 - Roma, 1648). Fundador da primeira escola pública cristã e da Ordem Religiosa das Escolas Pias.

- Patrícia

- Maria Del Trânsito Cabanillas

Municípios Brasileiros

Celebram aniversários em 25 de agosto:

- Em São Paulo, Barretos e Redenção da Serra. Barretos foi fundado em 25 de agosto de 1854 com o nome de Arraial dos Barreto. Elevado a município em 1885, quando se separa de Jaboticabal

Em Minas Gerais, Chapada Gaúcha e Rio Pomba

- Em Santa Catarina, Chapecó (que completa 100 anos de fundação), Herval d''''Oeste, Joaçaba e Luzerna

- No Piauí, Guadalupe

- Em Alagoas, Joaquim Gomes

- Em Tocantins, Miracema do Tocantins

- Em Goiás, Nazário e Porangatu

Fonte: IBGE



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;