Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Primeiro evento da campanha de Aécio será em fazenda no interior de MG

Marcelo Camargo/Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


23/08/2018 | 18:52


Em seu primeiro evento de campanha nas eleições 2018 na disputa por uma vaga na Câmara dos Deputados por Minas Gerais, o senador Aécio Neves (PSDB) participará de um encontro com apoiadores em uma fazenda próxima à cidade mineira de Teófilo Otoni, na região do Jequitinhonha, a 446 quilômetros de Belo Horizonte, no sábado, 25, a partir das 9 horas.

A cidade é terra natal do pai de Aécio, Aécio Cunha, que tinha como base eleitoral a região do Jequitinhonha e do Mucuri. O evento será restrito a convidados.

O senador até agora não esteve em nenhum ato político em Belo Horizonte e também não subiu nos palanques do senador Antonio Anastasia (PSDB-MG), que disputa o governo estadual, e do ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), que está em campanha pelo Palácio do Planalto.

Para chegar ao local do encontro, promovido por um ex-prefeito de Teófilo Otoni, é preciso percorrer 2 quilômetros por uma estrada de terra.

A assessoria de imprensa de Aécio informou, por meio de nota, que o evento não será uma agenda pública nem um compromisso de campanha. "Trata-se de encontro em residência particular, para convidados do organizador."

O convite do encontro contém orientações para chegar na Fazenda Téo Barbosa, local da reunião. "A fazenda fica a 5km de Teófilo Otoni, em frente ao motel Dallas, na BR-116 (depois do Posto Teófilo Otoni). Depois de chegar na entrada, basta seguir por 2 km em estrada de terra até a fazenda", diz o texto acima de uma foto de Aécio e seu número de candidato.

Na primeira semana do período de campanha eleitoral, Aécio não promoveu nenhuma agenda pública de campanha e tem feito pequenos encontros com prefeitos em seu comitê.

Acusado pela Procuradoria-Geral da República de receber ilicitamente R$ 2 milhões do empresário Joesley Batista, oriundos do grupo J&F, e atrapalhar as investigações em torno da Operação Lava Jato, o que o senador nega, Aécio não compareceu nem mesmo à convenção estadual da legenda, organizada em 28 de julho.

Na ocasião, o senador alegou que precisava se reunir com lideranças partidárias para definir os rumos de sua candidatura.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;