Fechar
Publicidade

Sábado, 17 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Altantia avalia potencial impacto caso perca licença após queda de ponte

Vigili del Fuoco/Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


22/08/2018 | 11:28


A Atlantia está avaliando o impacto potencial de uma medida do governo que pode privar a empresa de suas licenças, disse a empresa nesta quarta-feira após uma reunião extraordinária da diretoria.

A reunião ocorreu depois que a ponte em Gênova caiu na semana passada, matando 43 pessoas.

A Atlantia, de propriedade majoritária da família Benetton, controla essa seção da rodovia e cerca de metade da rodovia de 6,4 quilômetros do país através de seu braço Autostrade per l''Italia.

A empresa disse que está avaliando as possíveis consequências de uma carta enviada na semana passada pelo governo.

A carta pedia para defender sua conduta em relação ao colapso, deixando em aberto a possibilidade da revogação de suas licenças depois que várias autoridades do governo pressionaram publicamente pela medida.

A carta deu a Atlantia 15 dias para apresentar seus contra-argumentos. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Altantia avalia potencial impacto caso perca licença após queda de ponte


22/08/2018 | 11:28


A Atlantia está avaliando o impacto potencial de uma medida do governo que pode privar a empresa de suas licenças, disse a empresa nesta quarta-feira após uma reunião extraordinária da diretoria.

A reunião ocorreu depois que a ponte em Gênova caiu na semana passada, matando 43 pessoas.

A Atlantia, de propriedade majoritária da família Benetton, controla essa seção da rodovia e cerca de metade da rodovia de 6,4 quilômetros do país através de seu braço Autostrade per l''Italia.

A empresa disse que está avaliando as possíveis consequências de uma carta enviada na semana passada pelo governo.

A carta pedia para defender sua conduta em relação ao colapso, deixando em aberto a possibilidade da revogação de suas licenças depois que várias autoridades do governo pressionaram publicamente pela medida.

A carta deu a Atlantia 15 dias para apresentar seus contra-argumentos. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;