Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 26 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Pau bateu em Marcelo, não em Claudinho


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

22/08/2018 | 07:00


Na noite de sábado, o PT de Rio Grande da Serra se reuniu para decidir pela expulsão do vereador Marcelo Cabeleireiro. O motivo foi a postura governista do parlamentar, eleito por um partido de oposição ao de Gabriel Maranhão (sem partido). A gota d’água foi o apoio declarado por Marcelo à dobrada formada pelo deputado federal Alex Manente (PPS) e Thiago Auricchio (PR), candidato a deputado estadual. Porém, uma liderança da sigla tem passado incólume ao olhar da direção do petismo: Claudinho da Geladeira. Ex-vereador e candidato do PT à Prefeitura de Rio Grande em duas oportunidades, Claudinho tem feito campanha para o vereador de Mauá Chiquinho do Zaíra (Avante), que busca vaga na Assembleia Legislativa. Subiu no palanque, levantou a mão do parlamentar, que, em 2008, foi o principal adversário do PT na eleição ao Paço de Mauá.

Rebuliço
Figuras ligadas ao PT de Santo André estão na campanha do ex-secretário de Desenvolvimento Econômico e ex-vereador Ailton Lima (PSD), que neste ano tentará cadeira de deputado federal. Fotos com essas lideranças viralizaram entre petistas e aliados do prefeito Paulo Serra (PSDB) – uma das imagens é a de Vanderlei Pereira, que trabalhou nas gestão de João Avamileno e em gabinete de vereadores do PT. O comentário é tamanho que há gente dizendo que há uma dobrada informal e extraoficial entre Ailton e o deputado estadual Luiz Turco (PT).

Apoio selado
Por falar no vereador Marcelo Cabeleireiro, de Rio Grande da Serra, seu apoio à dobrada entre o deputado federal Alex Manente (PPS) e Thiago Auricchio (PR), candidato a estadual, foi oficializada também em seu perfil no WhatsApp. A imagem que o parlamentar, expulso do PT, ostenta é a da legenda dos dois políticos.

Novo líder
A prefeita em exercício de Mauá, Alaíde Damo (MDB), indicou o vereador Ivan Stella para ser líder do governo na Casa. Na administração de Atila Jacomussi (PSB), afastado por ordem judicial, o posto era ocupado pelo parlamentar Fernando Rubinelli (PDT), filho do ex-deputado Wagner Rubinelli.

Histórico
Ex-prefeito de Olímpia, no Interior, Geninho Zuliani (DEM) será candidato a deputado federal tentando pegar espólio eleitoral de Rodrigo Garcia (DEM), candidato a vice-governador, e, na região, terá apoio do vereador de Mauá Manoel Lopes (DEM). Geninho chegou a responder judicialmente por um caso que Manoel bateu bastante na gestões de Oswaldo Dias (PT) e Donisete Braga (Pros): a Máfia do Asfalto. O episódio envolvia suspeita de superfaturamento em obras tocadas pela Scamatti & Seller. Geninho, vale ressaltar, foi absolvido em janeiro de 2016.

Apoio – 1
Dois ex-integrantes do primeiro escalão do governo de Lauro Michels (PV) em Diadema definiram em quem vão votar na eleição deste ano. Joeder Souza, ex-Fundação Florestan Fernandes, e Gesiel Duarte, ex-Secretaria de Gestão de Pessoas, vão defender a candidatura a deputado estadual do vice-prefeito Márcio da Farmácia (Podemos) e o projeto a federal de Guilherme Ribeiro (PRB) – pelo PP, em 2014, recebeu 41.527 votos.

Apoio – 2
Ambos, hoje como assessores no Paço, conversaram com Lauro a respeito do apoio, porque o governo defende, para deputada federal, a ex-secretária de Habitação Regina Gonçalves (PV). O verde não colocou óbice. De quebra, a dupla convenceu Lafaiete Alves dos Santos, conhecido como Cherrinho, a endossar a dobrada – Cherrinho foi candidato a vereador em 2012 (641 votos) e em 2016 (734 votos). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;