Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 16 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Irresponsabilidade geral

Arte/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Do Diário do Grande ABC

19/08/2018 | 11:18


É de espantar a notícia publicada por este Diário que, nos últimos dois anos, foi registrada apenas uma infração na região por desrespeito à lei que determina aos motoristas manter distância lateral mínima de 1,5 metro ao ultrapassar uma bicicleta. Vale dizer que a multa é de R$ 130,16, além de gerar quatro pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Vale dizer mais: desde 2016, 25 ciclistas perderam a vida ao transitar pelas ruas e avenidas das sete cidades.

Especialistas destacam que o caso único de punição evidencia a falta de rigor da legislação em relação à proteção dos ciclistas, além da precariedade do sistema viário da região quando o assunto é integração de modais. Afinal, basta uma volta de carro pelo Grande ABC para testemunhar condutores de bicicletas em risco entre os carros – devido a existência de apenas 33,3 quilômetros de ciclovias ou ciclofaixas em cinco das sete cidades – ou pressionados contra a calçada por motoristas que não respeitam nem mesmo as pessoas que dirigem ao lado.

É evidente que não faltam projetos municipais para tentar, ao menos, minimizar o problema. Mas há muita diferença entre planejar e tirar do papel – ou do computador. Neste espaço de tempo, sabe-se lá quantos ciclistas terão morrido, ficado com sequelas permanentes ou em longa recuperação em virtude do descaso dos cidadãos.

Mais vergonhosos ainda são os casos dos motoristas que ignoram qualquer sinalização e estacionam seus veículos – a qualquer hora do dia – sobres as áreas exclusivas para passagem das bicicletas, como atestado pela equipe de reportagem do jornal em Santo André e Mauá. Tais atitudes obrigam os ciclistas a circularem pelas faixas de automóveis, o que aumenta o risco de acidente.

As duas prefeituras disseram ter autuado 59 condutores por estacionamento irregular neste ano. Mas os sete pontos na CNH e a multa de R$ 880,41 parecem não ser suficientes. É necessária legislação mais rigorosa para que situações como essas não voltem a ocorrer. Pelo bem do ciclista, do motorista e da população em geral. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;