Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 25 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Trump diz que permitiu que assessor cooperasse com investigação sobre Rússia

Divulgação/Associated Press Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Presidente dos Estados Unidos afirmou ter permitido que um conselheiro da Casa Branca cooperasse com investigação sobre a suposta interferência da Rússia nas eleições



19/08/2018 | 07:28


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na noite do sábado ter permitido que um conselheiro da Casa Branca, Don McGahn, cooperasse com uma investigação sobre a suposta interferência da Rússia na eleição americana. O jornal The New York Times informou que McGahn e o advogado dele, William Burck, mostraram-se perplexos com a disposição do presidente para permitir a cooperação no caso.

Em mensagem no Twitter, Trump afirmou que seu governo tem compromisso com a transparência e negou qualquer conluio com os russos. McGahn passou 30 horas concedendo entrevistas voluntárias a investigadores liderados por Robert Mueller, segundo uma pessoa ligada ao caso. Também no sábado, Burck disse em comunicado que respondeu a todas as questões de maneira honesta, como qualquer funcionário federal deve fazer.

Mueller investiga se pessoas ligadas a Trump se aliaram com a Rússia para interferir na eleição presidencial de 2016. O presidente e o governo russo negam qualquer ação nesse sentido. Cerca de 50 membros e ex-membros do governo foram entrevistados na apuração do tema. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Trump diz que permitiu que assessor cooperasse com investigação sobre Rússia

Presidente dos Estados Unidos afirmou ter permitido que um conselheiro da Casa Branca cooperasse com investigação sobre a suposta interferência da Rússia nas eleições


19/08/2018 | 07:28


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou na noite do sábado ter permitido que um conselheiro da Casa Branca, Don McGahn, cooperasse com uma investigação sobre a suposta interferência da Rússia na eleição americana. O jornal The New York Times informou que McGahn e o advogado dele, William Burck, mostraram-se perplexos com a disposição do presidente para permitir a cooperação no caso.

Em mensagem no Twitter, Trump afirmou que seu governo tem compromisso com a transparência e negou qualquer conluio com os russos. McGahn passou 30 horas concedendo entrevistas voluntárias a investigadores liderados por Robert Mueller, segundo uma pessoa ligada ao caso. Também no sábado, Burck disse em comunicado que respondeu a todas as questões de maneira honesta, como qualquer funcionário federal deve fazer.

Mueller investiga se pessoas ligadas a Trump se aliaram com a Rússia para interferir na eleição presidencial de 2016. O presidente e o governo russo negam qualquer ação nesse sentido. Cerca de 50 membros e ex-membros do governo foram entrevistados na apuração do tema. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;