Fechar
Publicidade

Domingo, 18 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O crescimento policial na política

O debate aflorado a respeito da volta de militares ao poder fez crescer o volume de candidatos nesta eleição


Raphael Rocha

18/08/2018 | 07:24


O debate aflorado a respeito da volta de militares ao poder fez crescer o volume de candidatos nesta eleição com origens na polícia. Há a candidatura presidenciável de Jair Bolsonaro (PSL). Postulantes ao governo do Estado também escolheram militares para compor chapa. Mas os Parlamentos também têm alto número de postulantes policiais. Para a Câmara Federal, 29 figuras ligadas à polícia estarão nas urnas, entre delegados, tenente-coronel, tenentes, coronéis, subtenentes, cabos e sargentos. Para a Assembleia Legislativa, são 36 candidatos desse segmento. Mostra que a candidatura de um policial não representa apenas uma categoria específica, mas um desejo do eleitorado no geral.

Avisa que não vou
Senador pelo PSDB, José Serra chegou a comentar com a equipe que cuida da agenda do prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), que estaria na cidade ontem, em atividade no Jardim Cipreste. Cancelou na sequência, sem muitas explicações. Porém, ontem vazou informação que o Ministério Público investiga depósitos em contas no Exterior de sua filha.

Audiência pública
Presidente da Câmara de Santo André, Almir Cicote (Avante) publicou oficialmente que, no dia 24, a partir das 19h, o Legislativo sedia audiência pública para debater a tarifa, a qualidade e o financiamento do transporte público, com olhar voltado à gratuidade presente no sistema.

Plano de saúde
Mandatário da Câmara de São Bernardo, Pery Cartola (PSDB) deu início de maneira oficial ao processo de contratação de empresa que prestará serviço de assistência médica a servidores e dependentes. O certame já causa polêmica nos bastidores. A abertura dos envelopes está marcada para o dia 3.

Retornos
O retorno de Alex Mognon (PSDB) para o comando da Secretaria de Esportes fez com que Samuel Alves, segundo suplente de vereador do PSDB, retomasse seu mandato na Câmara. Ele estava como secretário adjunto de Esportes no período que Mognon estava no Legislativo – o titular do setor era Sérgio Pasin. Samuel exerceu a vereança até abril e colecionou problemas junto aos colegas.

Lista atualizada
Mais um nome do Grande ABC registrou candidatura para participar da eleição a deputado neste ano. Ex-vereador de Mauá, Carlinhos Polisel teve candidatura homologada pelo PSL, partido que aposta no presidenciável Jair Bolsonaro. Polisel foi candidato a vice-prefeito de Mauá em 2008, na chapa de Diniz Lopes (PSB), e desde aquela derrota havia se afastado da política. Com a confirmação de Polisel – e a desistência de Vanelli Damo (PRB) –, a região tem 133 postulantes à Câmara ou à Assembleia.

PSTU regional
Filiado ao PSTU de São Bernardo, César Raya foi colocado pelo partido como primeiro suplente de senador na chapa liderada por Luiz Carlos Prates, o Mancha (PSTU). Em 2016, Raya concorreu à Prefeitura são-bernardense e recebeu 815 votos – ficou na última colocação. Ele também tentou ser vice-prefeito em 2012 (projeto era encabeçado por Ligia Gomes, PSTU) e vereador em 2008 e 2004. A segunda suplente do PSTU neste ano é Raquel Polla. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;