Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

Mapas diferentes a cada morte agitam dinâmica de 'Dead Cells'

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Luís Felipe Soares

19/08/2018 | 07:10


Explorar diferentes cenários, seguir adiante, abrir espaços e se ver obrigado a voltar vários caminhos para completar a jornada de um guerreiro sem cabeça. A dinâmica proposta pelo game "Dead Cells" obriga os jogadores a destinarem muitas horas ao título no qual a morte do protagonista é capaz de modificar toda a aventura.

Os gráficos 2D e o estilo apresentado pelas telas do jogo logo fazem os fãs mais velhos lembrarem da série "Castlevania". A jogabilidade é feita pensando em agilizar a ação, com o personagem principal se preocupando em atacar sem dó os adversários e correndo, pulando e escalando para chegar a diversos pontos. Itens caem no chão e as células coletadas a cada inimigo morto ajudam em upgrades.

Grande parte da graça da jornada (sem história interessante o bastante para ser citada) é que a cada morte, um outro mapa se inicia. Não se retoma caminhos traçados nem células deixadas para trás.<EM>

A produção é assinada pelo estúdio francês Motio Twin. "Dead Cells" tem versões disponíveis para PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch e PC. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;