Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 16 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Brasil conclui ingresso no Tratado sobre Comércio de Armas



15/08/2018 | 18:00


O Brasil concluiu na terça-feira, 14, as formalidades para tornar-se parte do Tratado sobre Comércio de Armas, informou em nota o Ministério das Relações Exteriores. O governo brasileiro depositou o instrumento de ratificação na sede das Nações Unidas em Nova York.

"O TCA constitui o único instrumento juridicamente vinculante voltado para a regulação de transferências de armas convencionais", diz a nota.

"Com a ratificação, o Brasil reafirma seu compromisso com o combate ao tráfico ilícito de armas e com o tratamento equilibrado do comércio desses artefatos, que pese, de um lado, a legitimidade de suas exportações e, de outro, seus possíveis efeitos humanitários adversos em certas circunstâncias."

A quarta conferência dos Estados Parte do tratado será realizada na semana que vem em Tóquio. O Brasil participará.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil conclui ingresso no Tratado sobre Comércio de Armas


15/08/2018 | 18:00


O Brasil concluiu na terça-feira, 14, as formalidades para tornar-se parte do Tratado sobre Comércio de Armas, informou em nota o Ministério das Relações Exteriores. O governo brasileiro depositou o instrumento de ratificação na sede das Nações Unidas em Nova York.

"O TCA constitui o único instrumento juridicamente vinculante voltado para a regulação de transferências de armas convencionais", diz a nota.

"Com a ratificação, o Brasil reafirma seu compromisso com o combate ao tráfico ilícito de armas e com o tratamento equilibrado do comércio desses artefatos, que pese, de um lado, a legitimidade de suas exportações e, de outro, seus possíveis efeitos humanitários adversos em certas circunstâncias."

A quarta conferência dos Estados Parte do tratado será realizada na semana que vem em Tóquio. O Brasil participará.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;